Risoto de tomate cereja

Quando eu vou fazer risoto, sempre fico na dúvida de qual a quantidade. Depois de muitos testes chegamos a uma conclusão:  80g de risoto pra cada pessoa.

Dito isso vamos à receita:

foto 2

INGREDIENTES:

– Arroz arbóreo (usei 240g porque eramos 3 pessoas)

– 1 caixa de tomate cereja cortado na metade

– 60ml de vinho branco

– Caldo de legumes

– Manjericão

– Cebola  e alho

– 150g de grana ou parmesão

MODO DE FAZER

– Coloque água pra ferver (e quando ferver um caldo de legumes)

–  Frite cebola cortada em cubinhos e alho

– Coloque o arroz na panela com azeite e deixe fritar por uma 2 minutos

–  Coloque vinho branco até cobrir todo arroz (vá mexendo a panela até secar – RISOTO GRUDA MTOOOO FACIL NA PANELA)

– Coloque uma concha, mistura, quando secar outra concha, mistura – SE NÃO FIZER ISSO SEM PARAR, VAI GRUDAR, VAI QUEIMAR, VOCÊ VAI FICAR TRISTE, ai depois fala que não sabe cozinhar. É só seguir os passos que da certo, então é sem preguiça mesmo.

foto 3

– Quando o arroz estiver al dente coloque os tomates cerejas cortados ao meio e misture

foto 4

– Desligue o fogão, coloque o queijo que você preferir (Eu gosto de usar parmesão ou grana)

– Sirva no prato e coloque o manjericão

foto 5

Prontinho e delicioso!

Advertisements

Macarrão com molho de queijo e bacon

A receita que eu vou passar hoje é um presente para 2014, porque é sensacional!!

Então, leia com atenção e se prepare, porque é bom demais!
E, como a receita é de massa, no final teremos uma dica de vinho feita especialmente pela V&A Vinhos!

ImagemIngredientes:
500 ml de creme de leite fresco
300 g de parmesão ralado
1 colher de sopa de cebola desidratada
1 pote de requeijão
Pimenta do reino a gosto
Sal a gosto
1 caixinha da sadia de bacon em tiras
400g de macarrão parafuso

Modo de fazer:

Macarrão:
Coloque a água para ferver.

 Dois pontos importantes:

1)  Macarrão tem instrução, então leia quanto de água para o tanto de macarrão que for fazer. Se colocar menos água, o macarrão fica horrível, super empapado. As instruções são importantíssimas!
2) Aula de física! A água ferve a mais ou menos 100ºC no nível do mar. Em BH ela deve ferver a uns 96ºC! Cada matéria entra em ebulição em uma temperatura! Assim, não coloque sal e/ou óleo antes da água ferver, porque misturas mudam completamente a temperatura de ebulição e a água pode demorar anos pra ferver!

Logo, ponha apenas água – na medida certa – para ferver. Quando isso acontecer, jogue o macarrão e, aí sim, coloque sal e óleo (o óleo serve pro macarrão não grudar). Deixe o macarrão cozinhar por, pelo menos, 8 minutos. Depois, prove pra ver se está no ponto que você gosta. Eu gosto dele duro, então, pra mim, o tempo de cozimento é menor. Quando estiver pronto, escorra a água e jogue imediatamente água fria. É isso que impede ele de continuar cozinhando e ficar molengo.

Molho:
Corte as fatias de bacon em retângulos menores, de forma que não fiquem tão grandes (Pode até fazer com bacon em cubinho ou comprar a peça inteira e cortar. A diferença é que fica mais duro, o bacon não é tãão saboroso assim). Frite bastante, de forma que eles fiquem bem crocantes (gente, bacon é uma máquina de óleo, então não precisa colocar uma gota de óleo, ta? Deixa que ele frita na gordura dele mesmo!). Quando estiver bom, tire o bacon e coloque em um prato com guardanapos pra secar. Se tiver excesso de óleo na frigideira, tire um pouco e coloque as cebolas desidratadas para dourar. Em seguida, ponha o creme de leite fresco, o queijo e o requeijão, mexa bem até o queijo derreter e o molho ficar mais encorpado. Quanto mais tempo ele ficar cozinhando, mais a água evapora e mais ele fica grosso. Ai é de cada um! Eu gosto de molho mais pra ralo do que pra grosso, então tirei o meu do fogo na hora que o queijo e o requeijão derreteram.

Jogue o macarrão na panela com o molho, ponha o bacon de volta, mexa e depois é só servir, comer e ficar uma semana sem se pesar!

Essa porção serve 5 pessoas normais com fome!

Imagem

A dica do vinho veio do nosso parceiro, V&A Vinhos e está descrita na foto abaixo! (Aproveitem que a garrafa está em promoção!)

 Imagem

Espero que gostem! Aguardo fotos e notícias de que ficou maravilhoso!

Beijos,
Paulinha

Obs: E fica um agradecimento especial a quem me apresentou essa maravilha, Eliene!! Muito obrigada, comi, repeti e já fiz na minha casa!

Quem tiver alguma receita que quiser compartilhar com o blog pode enviar para o nosso e-mail blogparafalaraverdade@gmail.com ou mandar in inbox na nossa página no Facebook https://www.facebook.com/parafalaraverdade

Receita de Risoto com Bife de Chorizo

Imagem

Eu não consigo explicar de onde surgiu a minha vontade de fazer risoto. Sei que de uns tempos para cá eu resolvi fazer esse prato pelo menos uma vez por mês.

No inicio eu tinha mania de fazer de cheddar (gordinha é assim galera, não basta ser queijo, tem que ser o queijo mais gorduroso). Ficava bom, mas não era sensacional.

Passamos para o de parmesão, que é muito bom quando a estrela do jantar (ou do almoço, respeito quem gosta de morrer de comer no inicio da tarde) for outra coisa, por exemplo, uma carne diferente, já que o risoto parmigiano é mais leve, então a carne tem a oportunidade de se destacar.

Depois o momento foi do gorgonzola! Que coisa linda é o gorgonzola! Que queijo magnífico! Fizemos esse e nos apaixonamos perdidamente. De longe o mais gostoso! Mas como ele é forte, é necessário pensar bem como ele vai ser acompanhado, já que quando for de gorgonzola, quem shine bright like a diamond é o risoto!

Claro que pessoas rhycas querem pratos requintados, então em dias de esbanjar dinheiro eu faço de brie com Parma! (é gostoso, mas não é sensacional! E é o triplo do preço!)

Eu amo sair para jantar, amo a Risoteria Sorriso, amo arrumar, maquiar, procurar vaga, pagar uma pequena fortuna para o manobrista. Tem dias que a gente quer a mordomia de ser servido, né? Mas por outro lado tem dias que eu quero mesmo é cozinhar, colocar a mão na massa e gastar pouco! Para vocês terem uma ideia a média de pratos na Risoteria é de R$ 50,00 + REFRI+ 10%. Agora olha o preço do risoto feito em casa: Arroz arbóreo +/- R$ 10,00 + Vinho +/- 20,00 + gorgonzola +/- 20= R$ 50,00 (UM QUILO DE RISOTO!!!!). A diferença é absurda!

Então mão na massa que eu já falei demais!

Imagem

Receita do risoto de gorgonzola (4 porções):

  • Ingredientes:

2 xícaras (chá) de arroz arbóreo

5 colheres (sopa) de queijo gorgonzola

2 colheres (sopa) de azeite

1 colher (sopa) de manteiga

1 xícara (chá) de vinho branco seco

1 1/2L de caldo de galinha (se for usar cubos, dissolva apenas 2)

queijo parmesão ralado a gosto

  • Modo de Preparo:

Coloque a água para ferver. Quando ferver, jogue o caldo de galinha (se você tiver uma mãe vegetariana agrade-a e jogue caldo de legumes). Mexa bem e reserve a panela.

Em outra panela, coloque o azeite e o arroz arbóreo e dê uma fritada leve (leve significa de até 1 minuto). Coloque o vinho (o vinho tem que cobrir o arroz), espere 2 minutos (eu sempre conto no relógio), e comece a colocar a água.

Coloque uma concha de água, mexendo o risoto sem parar, girando, girando, girando prum lado, girando, girando, girando pro outro.

Quando a água secar, mais uma concha de água. Repita o procedimento até o momento em que o risoto fique al dente (em outras palavras, você perceberá que ele está cozido, mas ainda está durinho).

Quando colocar a ultima água não deixe que ela seque demais, pois é bom um risoto mais molhado. Coloque a manteiga e desligue o fogão. (A manteiga serve para deixar o arroz mais desgrudado, se você vive de regime, pode pular essa parte, eu vivo fazendo sem manteiga, mas, obviamente, fica mais gostoso se colocar).

Parta o queijo em pedacinhos e jogue por cima do risoto, mexendo de forma a incorporar o queijo no arroz.

Sirva em uma travessa bem bonita, ou no próprio prato, e salpique parmesão!

Tcharám! Está pronto!

 Imagem

Acompanhamento (4 porções):

Eu não como nada que vem da água (por água subentenda-se: rios, mares, lagos, represas, poças d`água, pia, aquário,  oceano, banana d`água – OPA, SE TEM ÁGUA NO NOME EU NÃO COMO!), então acompanhamento para mim significa carne!

Eu gosto de comer o risoto de gorgonzola com um lindo chorizo!

E fazê-lo é bem simples:

  • Ingredientes:

 4 Bifes de Chorizos

  • Modo de preparo:

Esquente a frigideira até não poder mais, quando ela estiver a ponto de queimar, jogue manteiga (olha, você não economizou calorias até agora, não invente de jogar azeite e destruir um prato perfeito não! E se jogar margarina é sem papo comigo depois!) e coloque o bife.

Espere a carne selar (significa: deixe tempo suficiente pra crosta ficar pretinha), vire e repita o procedimento!

Quando você retirar a carne ela estará queimadinha por fora e crua por dentro.

Se você prefere a carne bem passada…. eu não posso ajudar! Hahahahah

Eu não sei fazer carne passada, gente! Desculpa!

Vai me dando uma aflição sem fim ver o meu bifinho pegando fogo que eu tiro ele do fogão!

Imagino que quem quer bem passado não deve esquentar tanto a frigideira, que aí a carne não sela, ela cozinha (ARREPIO SÓ DE PENSAR!!!). E deixa mais tempo, esquece ela no fogão. (Eu cheguei essa conclusão usando a física, se a frigideira estiver mais fria ela vai cozinhando mais a carne, mas para falar a verdade, é só a física mesmo, porque não sei na prática como isso funciona.)

DICAS:

– Eu e o Lucas descobrimos que é melhor fazer risoto em panelas grandes e rasas, porque o risoto inteiro cozinha por igual e fica mais soltinho.

– tem que mexer sem parar, sem parar, sem parar! Eu sugiro montar um time e fazer revezamento de braço!

– Do momento que coloca o risoto na panela, ele demorará em média meia hora (podendo ficar um tempo a mais ou a menos dependendo do tamanho da panela, da potencia do fogão e tal).

– Eu faço o risoto em fogo médio. O fogo baixo me deixa aflita da demora e o fogo alto não me permite coçar a orelha se for preciso porque um minuto sem mexer queima.

– Troque o queijo até achar o seu paraíso, eu custei a achar o meu. O gorgonzola é muito forte, logo ele é usado bem menos. O brie é muito fraco então precisa de mais queijo para a mesma quantidade de risoto.

Mude o queijo:

Para a mesma quantidade de arroz use:

– 180 g de queijo brie em cubinhos;

– 125 g de queijo cheddar picado;

– 50 g de queijo parmesão

– Pode ser feito outro acompanhamento: salmão, peça de atum, picanha, medalhão, cogumelos. Mas tudo simples, sem molho para não conflitar com o queijo.

– Se não é você que ficará misturando aproveite esse tempo para rir da cara do amiguinho que ficará sem braço!

– Coloque um jazz para tocar, arrume uma mesa bem bonita, compre Coca-Cola KS e faça um estilo mais chique, espalhe velas e candelabros e reviva o momento que uma boa comida, uma boa música e uma excelente bebida podem te proporcionar!

E aí gostou?

Deixe um comentário e nos conte a sua experiência, o seu risoto preferido, nos mande receitas diferentes e fotos de seu prato!

Se fizer uma receita nossa, poste no instagram e marque o blog (@parafalaraverdade), eu vou AMAR saber!

Ah, lembrem-se sempre que, qualquer dúvida, é só mandar aqui no blog que eu respondo!

Bom apetite!