Bonomi

Imagem

Lembro de, quando eu era pequena, ir numa padaria linda de esquina, cheia de pão na vitrine, de achar que lá era um lugar diferente, grande, com comida deliciosa. Sempre que eu ia lá, comprava bombinhas de queijo, e era uma das coisas que eu mais amava. Que sabor!

Memória de criança é engraçada! Engana a gente. Quem nunca foi num lugar quando era pequeno, voltou quando cresceu e ficou decepcionado?

Mas a Bonomi não!

Voltei na padaria depois de velha (velha, gente, pra idade que eu tinha quando ia, porque eu to na flor da idade) e ela era mais incrível que quando eu era criança, juro!

Tudo começou…

( ) há um tempo atrás na ilha do sol

( ) em monte sião, com uma ideia que emoção

(x) lendo a VejaBh, óbvio. E resolvi que meu próximo lanche de domingo pós-missa seria lá.

Eu e o Lucas chegamos e sentamos numa mesinha no fundo. Eu ficava olhando, respirando cada detalhe da padaria. Lá é tão sensacional, os diversos tipos de pães, de broa, de bombinha, de sucos, os doces, a decoração simples e tão bonita.

O salão da padaria tem algumas mesas para quatro pessoas e uma mesa grandona que sentam pessoas diferentes. Confesso que acho isso muito estranho, comer com uma pessoa que você não conhece. Para mim, comer é um momento sagrado e tudo tem que ser perfeito, eu gosto de poder conversar, rir, concentrar, fechar o olho, e fazer isso com pessoas que você não conhece parece estranho, né? Mas depois fui pesquisar e ouvi dizer que na Europa isso é muito comum. Então, se só tem lugar na mesa grande eu finjo que estou em outro país e fica, como já diz o meu amado Lulu Santos, tudo bem!

Chegou o cardápio e eu fiquei na dúvida, muito na dúvida!

Imagem

Pedi um sanduiche de parma com queijo e rúcula. Eis que chegam à mesa dois pedaços enormes de baguete. Eu vi e pensei “não vou comer, vai sobrar para o Lucas.” Para a minha surpresa, antes de eu acabar de reparar em todos os detalhes da padaria, ele já tinha acabado. Realmente é grande, é muito grande, mas é tão gostoso! Tão leve.

Imagem

Lucas pediu um cheeseburguer. Pedido um tanto quanto maluco. Você vai para a melhor padaria de BH, VejaBH que me desculpe, e pede um hambúrguer. Provei e eis que estava sensacional! E é gigante!

Imagem

Eu pedi, duh, uma coca! O Lucas pediu uma cerveja. Se é boa eu não sei, e se for para falar a verdade vou dizer que, como todas, era horrível. Mas o rótulo dela era tão lindo!

Como já fui lá várias vezes, eu vou contando os pedidos e fazendo as minhas observações tá?

·         Pão com linguiça:

Imagem

Eu não curto muito linguiça não, mas não consigo recusar um bom pão com linguiça – Der Famous me aguarde! Tô chegando! – Fiz o pedido com receio. Claro, veio, igual ao sanduiche de parma, dois pedaços enoooormes! Esse eu não consegui comer todo, porque a linguiça é mais pesada, não desceu tão fácil! Mas nada que fosse problema, levei a outra metade pro meu pai, que ficou super feliz!

Se você é uma pessoa normal, sem muita fome, dá pra pedir tranquilamente esse pão para duas pessoas. Se você que está lendo é um homem, fique tranquilo, você vai comer feliz!

·         Bombinha de queijo:

Imagem

É ruim quando você come uma coisa que gosta muito e tem que explicar pra outras pessoas, acho que cria uma expectativa muito grande. Então eu vou me abster de falar dela. É só pedir no balcão, você pede por peso! Quem estiver na Savassi, vai lá, prova uma e vem correndo para o blog contar se amou e me agradecer.

·         Bagel com geléia:

Imagem

Teve um dia que eu e o Lucas fomos à Bonomi no final de noite, não queria comer nada pesado, porque eu tenho problema pra dormir, e comer coisas pesadas a noite me dá  insônia. Então o pedido foi simples: Um bagel com geleia e um café.

Juro que me senti fora de BH. Sério! Quem pede um bagel na capital mineira? Ele estava tão lindo, que a gente passou mais tempo tirando foto do que comendo.(Mania engraçada do casal, tirar foto de comida! Mas foi por essa mania que o blog começou, agora pelo menos temos uma desculpa para ficar fazendo isso, né? Faz com que eu me sinta mais normal).

O garçom deu a opção de geleia ou manteiga, optamos pela geleia – custou R$ 5,00 o potinho. Aham, é isso aí! Geléia mais cara que o bagel – Ficou incrível! Sabor delicioso.

Gente, essa é a Bonomi!

Convido a todos a darem uma passada por lá, levar o pão pra casa, provar o cachorro quente – há quem diga que é o melhor de Belo Horizonte – sentar para um café, pedir alguma coisa do cardápio. Tomar um café da manhã – ganhou como o melhor café da manha na Veja! Ou só parar e tirar foto da padaria.

Preparem-se, lá não é barato não, tá?  Mas eu acho que vale a pena!

Imagem

O sanduiches saem na faixa dos R$ 26,00.

Endereço: Rua Cláudio Manoel, 460, Funcionários,

Advertisements

O PREFERIDO: DUKE N’DUKE

 

 

 

ATUALIZAÇÃO: 

Sorteio de um Livro de Receita personalizado de 3 meses do blog! Do dia 23/06/2012 até o dia 06/07/2013 às 12:00!

https://parafalaraverdade.wordpress.com/2013/06/23/sorteio-do-livro-de-receita/

Corra e concorra ao seu!

Imagem

ATUALIZAÇÃO:

Fomos ao Duke esse final de semana e percebemos que eles trocaram o cardápio e reajustaram alguns preços!

Os hambúrgueres ficaram mais caros, mas na média de outras hamburguerias gourmet como Jack e Eddie’s! O aumento da cerveja foi o que feriu mais o bolso. A qualidade, no entanto, continua incomparável!

COLOCAREMOS DE VERMELHO OS PREÇOS E MODIFICAÇÕES NO POST!

Confesso que enrolei um pouco para escrever esse post. Sendo o Duke N’ Duke meu lugar preferido em BH, eu tenho muito para falar e a responsabilidade é gigante… afinal, eu tenho que convencer a vocês a ir ao lugar que mais amo!

Bom, como eu já disse em outro post, eu não gostava de hambúrguer. Sempre tive muito preconceito porque referência de hambúrguer para mim é fast food, e é aquela carne tostada, cheia de condimento, IUGH!

Descobri esse pub por causa de um site que amo e leio sempre, o “Chata de Galocha”. A Lú, dona do blog, falou muito bem de lá e eu resolvi, com muito medo e restrições, ir conhecer. Cheguei tímida, pedindo o sanduiche mais simples- Duke w/ Cheese – para não ter nada que eu poderia não gostar. E foi em uma mordida, uma simples e pequena mordida que eu me APAIXONEI LOUCAMENTE!

É engraçado que todas as vezes que vou lá tenho os mesmos pensamentos:

No inicio: – Nossa, estou com muita fome, um só nao vai adiantar!

No meio do hamburguer: – É muito grande! Acho que não vou aguentar até o final!

Quando acaba: – Quero mais um! Isso é maravilhoso!!!

Imagem

Vamos ao restaurante.

O Duke é um pub que fica na Savassi, pertinho do 5ª avenida. É bem pequeno por dentro, só tem oito mesas. O ambiente é todo decorado, com sofás aconchegantes, um bar bacana, luzes baixas e uma música deliciosa ao fundo. Enfim, um pub que leva a sério ser pub.

O cardápio conta com algumas entradas (entre os tradicionais fish and chips e a batatinha incrível), e para a refeição principal temos opções de pratos e de hambúrgueres. O mais legal é que cada hambúrguer tem o nome de um cantor de Jazz. Uma ida ao local é mais do que comer, é cultura também.

Cada hambúrguer vem acompanhado de uma generosa porção de batata que pode ser do tipo normal (dessas cortadas grosseiramente, cheias de sabor e com gosto de feitas em casa pela vovó) ou batata chips (cortada fininha). Você ainda pode escolher o tipo de sal a ser usado: spicy, cítrico ou comum. Eu já comi de todas as formas diferentes e, uma dica pessoal, eu amo chips com sal cítrico.

Como cada hambúrguer tem o nome de um cantor de jazz eu coloquei o link com uma playlist das melhores músicas de cada um.

Vamos aos hambúrgueres:

Duke Burguer Cheese– R$ 26,90(Gente, Duke w/ Cheese não é um cantor de jazz, tá?)

[Atualização: Acabei de descobrir que também temos um pianista de jazz chamado Duke Ellington. http://www.youtube.com/watch?v=W9pfsRmO-_Q&playnext=1&list=PL95A4AC8D3DDB9C66&feature=results_main ]

Imagem

Pão, Burguer, Home Sauce, Queijo prato.

O Duke é tão maravilhoso que até o famoso pão com queijo é ótimo! Ele vem com um molho caseiro feito de tomates picados! Em dias que eu não quero sair de lá rolando Alagoas abaixo eu peço esse. (Nos meus dias de tô pobre, mas quero ser feliz essa também é a minha escolha).

Sinatra (Frank)– R$ 29,90

(http://www.youtube.com/watch?v=L0ZQyLsBUxc&playnext=1&list=PLA68D89918BC33C02&feature=results_main)

Imagem

Pão francês redondo, burger de picanha 180g empanado com farinha especial, presunto, mozzarella de búfala e orégano.

Eu detesto mozzarella de búfala, mas juro que nesse hambúrguer fica gostoso! Esse é um dos meus preferidos. O hambúrguer é empanado e vem uma crosta que é o paraíso na Terra! Eu índico muito!

Herbie (Hancock)– R$ 23,90

(http://www.youtube.com/watch?v=ph7oFqH1nOI&playnext=1&list=PLEEC478A1B8C21070&feature=results_main)

Imagem

Pão, burger empanado de legumes brunóise, recheado com gorgonzola, home sauce e alface americana.

E aí, um belo dia eu estava com desejo de Duke, mas o Lucas estava de quaresma de carne vermelha. O que fazer? Comer hambúrguer de legumes!

Resultado? Eu não sei né! Não gosto de legumes!

Mas diz o Lucas que é muito gostoso e que os legumes são de verdade! Eu não provei, mas posso contar a cara dele de espantado ao provar um hambúrguer vegetariano e descobrir que ele é gostoso! Vale muito a pena, e se você tem um amigo que não come carne (não me pergunta por que essa pessoa se priva disso), leve-a lá! E tenho certeza que até ela irá se apaixonar!

Armstrong’s (Louis) – R$ 29,90

(http://www.youtube.com/watch?v=bOH_mioL3TU&playnext=1&list=PL464CF3FBCA2E7451&feature=results_main)

Imagem

Pão, burger, home sauce, queijo prato, cebola roxa, alface americana, bacon.

Eu acho que falar do Armstrong é até bobagem! Preciso explicar um hambúrguer que tem bacon como um de seus ingredientes? Ele faz o estilo mais tradicional, sem muitos ingredientes diferentes e, como todos os outros, é maravilhoso!

Montgomery’s: R$ 29,90

(http://www.youtube.com/watch?v=PELGYtzHvN4&playnext=1&list=PL1BB7895EC6DB8575&feature=results_main)

montogomery

Pão, burger, cebola caramelizada na guinness, queijo cheddar.

Esse hambúrguer faz a linha mais tradicional também, sem muitas invencionices. O ponto alto é a cebola caramelizada na Guinness que, claro, dispensa comentários. Como é uma cerveja amarga, a cebola não fica muito doce, deixando o sabor ideal.

foto (2)

Temos (percebeu a palavra? Amo tanto a casa que já sinto que faço parte dela) outras opções também, mas eu e o Lucas ainda não provamos todos! Coloquei a foto do cardápio aqui para que vocês possam contemplar essa maravilha, sentir fome, e correr pra lá esse fim de semana!

Imagem

Outra coisa bacana do Duke é que ele tem várias opções de cervejas diferentes, com preços bem quase bons! . É um dos poucos lugares de BH em que você encontra, por exemplo, Guinness, Heineken, Stella e até Erdinger servidas na pint (aquela caneca, sabe?), direto do barril. Eles têm, também, uma cerveja própria, a Duke n’ Duke Pale Ale, exclusiva da casa, que é sensacional e desce fácil, fácil!

Espero que vocês, como eu, amem esse lugar! E não se esqueça de tirar fotos, marcar o instaram (@parafalaraverdade) e comentar aqui o que achou!

Dica: Pegue o nome de cada hambúrguer, jogue no Youtube e desfrute das músicas dos nossos hambúrgueres jazzistas! Vale a viagem!

Endereço: Rua Alagoas, 1470, Belo Horizonte, BR.(31) 3264-9857

Instagram: @dukenduke

Facebook: https://www.facebook.com/dukendukebh