Brigadeiro de Paçoca

Em tempos de lançamento da Paçoquita Cremosa, o mais novo objeto de desejo de 99% da população mundial, ficou claro pra todo mundo o quanto essa delícia de amendoim, a paçoca, é amada pelo povo brasileiro. Foram dias de espera, buscas incessantes nos mais diversos supermercados e, finalmente, a glória de ter alcançado aquele potinho precioso de delícia dourada.

E, por falar em brasileiro, nada maaaaais patriota do que brigadeiro, correto? E se esse brigadeiro for de… paçoca!?

É isso mesmo! A receita de hoje do Para Falar a Verdade é um delicioso brigadeiro de paçoca! Não tem muito mistério nem segredo pra quem já sabe fazer o brigadeiro normal, mas não custa ensinar direitinho pra não ter erro no final.

Ah, e se você ta pensando “Nossa, deve ficar doce demais! Leite condensado E paçoca juntos? Affe!”, pode ficar tranquilo. Fica simplesmente sensacional, não fica doce demais, e você vai conseguir comer dezoito brigadeiros tranquilamente. Mãos à obra!

Brigadeiro de Paçoca

Ingredientes:

2 latas de leite condensado

1 lata de creme de leite

8 paçocas

2 colheres (sopa) de manteiga, de preferência sem sal

Amendoim torrado e moído a gosto (opcional)

Ingredientes

Modo de fazer:

Sempre que eu vou cozinhar, eu gosto de organizar os ingredientes todos antes pra não dar bagunça e eu perder a hora de colocar alguma coisa na panela. Então dê aquela lavada nas latas (prateleiras de supermercados são nojentas) e já deixe todas abertas, abra as paçocas e triture elas com um garfo. Se você preferir, pode jogar no processador. Dê aquela amaciada na manteiga e vamo que vamo.

A base é igual bem parecida com a do brigadeiro normal, só que sem o chocolate em pó e com o creme de leite. (Ta, eu sei que tem gente que usa creme de leite no brigadeiro normal, mas isso é estranho. Aqui a gente vai usar pro brigadeiro não ficar muito grosso e pra render um pouco mais, mas nada indica que a receita não dê certo sem o creme de leite. Se alguém quiser tentar, conta pra gente o que deu.)

Coloque na panela, em fogo baixo, a manteiga e o creme de leite e misture até a manteiga derreter. Feito isso, adicione o leite condensado e misture bem. Agora, como todo brigadeiro, faremos um exercício de paciência e misturaremos incessantemente, sempre passando a colher por toda a panela, inclusive nas laterais, pra não deixar queimar nem grudar (lembrando que é bom que a colher seja de pau ou de silicone, pra não riscar a panela). Eu gosto de aumentar bem pouco o fogo nessa hora, mas se você achar que vai queimar, deixa no fogo baixo mesmo.

Como tem creme de leite, vai demorar um pouco mais pra chegar no ponto de brigadeiro, mas uma hora chega. Aqui entra um pouco do gosto de cada um: se você prefere o brigadeiro mais molengo, mais pra brigadeiro de colher, é só tirar um pouco antes. Se for pra enrolar, é melhor deixar até ele ficar bem consistente.

Quando chegar no ponto, desligue o fogo pra não passar do ponto que você chegou e misture a paçoca triturada. Com o fogo desligado mesmo, misture beeeeeem até a farofa incorporar totalmente no brigadeiro.

Ah! Pra quem não sabe, o ponto de brigadeiro é mais ou menos quando você puxa a mistura e consegue ver o fundo da panela. Assim, ó:

Brigadeiro

Ficou meio embaçada, mas da pra ver mais ou menos como é o ponto.

Quando a paçoca tiver incorporado bem, e seu brigadeiro já estiver com uma cara sensacional de paçoca cremosa, chega a parte triste: deixe tudo de lado e vá passear até esfriar. Eu não recomendo colocar na geladeira, porque endurece um pouco, mas se você não conseguir aguentar, vá lá, cometa esse sacrilégio. O ideal é deixar em algum lugar arejado, sem tampa mesmo, só com um pano de prato por cima, e deixar o tempo fazer seu trabalho. Só não inventa de enrolar o brigadeiro com ele quente porque você vai queimar a mão, vai grudar tudo e não vai ficar legal.

Esfriou, é hora de fazer sujeira. Unte as mãos com manteiga e faça bolinhas. Essa parte não precisa explicar, né? O tamanho das bolinhas que você vai fazer é por sua conta. Quando eu fiz a receita, fiz umas bolinhas bem generosas e, no fim, a receita rendeu uns 50 brigadeiros.

Pra arrematar, passe as bolinhas no amendoim torrado e moído. Essa parte é opcional, você pode passar no que quiser. O bom do amendoim é que, como ele é salgado, da um contraste muito bom com o doce do brigadeiro.

image[4] image[3]

Se quiser fazer menos, é só dividir a receita exatamente ao meio e mandar ver!

Taí a dica! Espero que vocês gostem!

Bom apetite e divirtam-se!

=*

Bolo-Torta Sensacional

A receita de hoje é muito boa! Eu que não sou a maior fã de bolo adorei!

E foi feito pelo Lucas! Ele fez sozinho! (Ja pode casar, fica a dica!)

Muito fácil de fazer, mas é necessário que a receita seja seguida, porque mudar uma coisinha pode fazer que o bolo não dê certo! (Nos sabemos disso muito bem, porque o Lucas mudou a receita 4 vezes, e o bolo deu errado 4 vezes).

 Tiramos a receita do http://tudogostoso.uol.com.br/, um site onde as pessoas compartilham suas receitas. Tem de tudo!

 Esse bolo é pra ser mais parecido com uma torta do que com um bolo mesmo. Por isso que a receita não deu certo das primeiras vezes. O Lucas achava que era pra ser um bolo, então mudava a receita o tempo todo. Quando ele, finalmente, resolveu seguir direito, saiu o bolo! E que bolo!

Ingredientes:

  • 1 pacote de massa pronta para bolo de chocolate ou baunilha (usamos a de baunilha e tenho a impressão de que se usar chocolate vai ficar doce demais. Vale a tentativa)
  • 2 ovos
  • 2 colheres sopa de margarina
  • 1 pacote de coco ralado (100g) (a gente odeia coco ralado, então não usamos)
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 barra de chocolate ao leite picado (recomendo usar chocolate amargo. Nós usamos um que é metade amargo e metade branco. Sensacional!)

Modo de Preparo:

 Coloque todo o conteúdo da massa de bolo em uma vasilha e acrescente 1 ovo e as 2 colheres (de sopa) de margarina. Misture com a mão até formar uma massa homogênea. A massa fica firme, dá pra fazer uma bola com ela, tipo massa de torta mesmo.

Imagem

Distribua essa massa no fundo de uma assadeira média. Não é necessário untar. Faça o possível pra ela ficar o mais fininha possível nas laterais da assadeira, já que é massa de bolo e ela vai crescer um pouco. Se for preciso, prefira que ela fique mais grossa no fundo da assadeira do que na borda.

 Imagem

Então em uma vasilha misture o leite condensado, o chocolate picado (não é ralado!), o outro ovo e, caso você decida usar, o coco ralado. Misture bem para que o ovo esteja bem dissolvido no leite condensado.

Imagem

Depois de bem misturado coloque por cima da outra massa, como recheio da torta, e leve ao forno (em temperatura média) por 25 a 30 minutos, ou até dourar.

  Imagem

O tempo que a torta vai ficar no forno pode variar de acordo com a potência do seu forno. Normalmente esses 25 minutos são suficientes, mas se você preferir, espere a borda começar a ficar douradinha. Você vai achar que não deu certo, porque não muda muita coisa na aparência dela. Pode confiar, vai ficar uma delícia!

 Imagem

Depois de tirar do forno, você pode decorar como quiser. Granulado, raspas de chocolate, o que você preferir. Se for usar chocolate mesmo, coloque com a torta recém saída do forno. Ele derrete e seu bolo-torta fica ainda mais bonito e gostoso.

Imagem

 Espero que gostem, façam certinho, e sigam a receita!

 Aguardo fotos no instagram, inclusive quero dizer que estou AMANDO ver as receitas e os lugares no insta! Fico super feliz!

http://instagram.com/parafalaraverdade

Não deixem de curtir nosso facebook também! (https://www.facebook.com/parafalaraverdade)

 Beijos e uma ótima semana

Torta de limão de parabéns!

A ideia é postar duas vezes na semana, mas não tem como ignorar o fato de já termos tido mais de 1000 acessos em menos de 48 horas! Então, para festejar, pensei em colocar uma receita festiva! Todo mundo pensa em bolo, certo? Mas eu não gosto de bolo (me condenem!). Logo, postarei a receita (de família) de uma torta de limão que é divina e facílima!

Imagem

Para a massa:

2 xícaras de farinha de trigo ou 1 pacote de biscoito Maria

1 colher açúcar

2 gemas

1 xícara manteiga

Amasse com a ponta dos dedos a farinha,a manteiga e o açúcar até que a massa vire uma farofa (acredite em mim, você saberá exatamente o momento que isso acontecer)! Nesse momento você terá certeza que a massa não dará liga, CALMA, apenas coloque as duas gemas e amasse bem, até que a massa fique homogênea.

Espalhe a massa por uma forma até cobri-la totalmente, e faça uns furinhos* Pré-aqueça o forno, e coloque o tabuleiro com ele já quente.. Quando estiver assada, retire. Eu deixo uns 15 minutos no forno, mas esse tempo varia de fogão para fogão. (Para quem for fazer o merengue, a massa volta para o forno, então não pode estar muito assada ainda. Pra quem fará apenas o recheio, pode deixar até que esteja mais corada, com cara de massa cozida!)

*Ninguém no mundo sabe porque devemos fazer furinhos, apenas o faça, é tradição! Mas eu acho que é pra massa não estufar ou quebrar, mas não vou dar certeza não.

Obs: A receita verdadeira (dada pela minha querida Tia Eliana) é feita com farinha, mas podemos bater biscoito Maria no liquidificador até que ele vire uma farofa, e, a partir daí, é a mesma coisa. Se for caso de biscoito, use um pacote

Recheio:

2 latas de leite condensado

3 limões

Bata no liquidificador o leite condensado com o suco dos limões até ficar homogêneo.

Obs: Existem liquidificadores potentes e liquidificadores tipo a fábrica da Eliana (sou muito velha ou muito nova por ter tido um desses?). Para ajudar o trabalho da nossa amiga máquina, é bom intercalar: põe um pouco de leite condensado, espreme meio limão, bate. Mais um pouco de leite condensado, espreme mais limão, bate mais um pouco. Isso tudo até acabar.

Merengue:

2 claras em neve

4 colheres (sopa) de açúcar

Raspas de limão

Bata as claras em neve e acrescente o açúcar e as raspas de limão, batendo sempre.

Como saber que um merengue está bom?

A minha diversão de infância era bater o ovo na batedeira, virar de cabeça para baixo e ele não cair, então este é o ponto! Quando você virar o pote e não escorrer nada, é isso ai! Mas, cuidado!!! Se não estiver pronto, cairá tudo no chão, e desperdício não é legal! Vire aos pouquinhos!

Coloque o merengue sobre o recheio e coloque no forno para dar uma corzinha linda que deixa a torta com cara de Boca do Forno!

Espero que todos gostem, façam e me mandem foto para eu ver se ficou bonito!

Qualquer dúvida me avisem! E comentem contando o resultado!

Beijos!