Bar Ideal

Eu sempre achei que não gostava de costela porque eu só como carne sangrando, então comer uma carne que foi cozida por inúmeras horas não me parecia apetitoso.

Ir ao Bar Ideal não me pareceu a melhor ideia, sentia que eu ia passar fome. Mas lá fomos nós. Sempre ouvi falar muito bem da casa, que a costela de lá é melhor que o Outback e com preço muito melhor. Eu não posso afirmar isso porque nunca comi costela no Outback.

E a noite começou legal, adorei a decoração do lugar, vi o cardápio gostei do preço, gostei das opções, estava feliz!

Imagem

Fui fazer o meu pedido de bebida e a resposta foi uma simples frase, mas doeu! Só tem Pepsi, pode ser? (Eu não entendo porque as pessoas fazem isso. Pra mim pedir Coca e me oferecerem Pepsi é a mesma coisa de pedir uma porção de batata frita e eles falarem: Só tem cenourinhas, pode ser? Poxa, obvio que não!) Enfim, desabafei! Depois de muito pensar e ficar irritada eu pedi um H20H de Laranja – era a única opção, o que eu posso fazer.

Continuando a noite…

Optamos por pedir uma porção de Bufallo Wings. Eu não sou muito fã de frango – meu regime me obriga a comer isso quatro vezes por semana, então eu sou traumatizada – mas eu adoro o nome Buffallo e é frito, tudo que é frito é bom! A porção com 10 coxinhas custa R$ 25,00,

Imagem

Eis que chega uma porção enorme, com um frango gigante, na boa tem que ser transgênico pra ser daquele tamanho e era sensacional! E vinha com um molho de blue cheese incrível! Dava pra sentir perfeitamente o gosto do gorgonzola. Eu já comi esse mesmo prato no Outback e falo sem medo de errar que o do Ideal é milhões de vezes melhor! Enfim, amei! E o preço é justíssimo!

Passado um tempo fomos pedir a famosa costela. Eu já fui ficando tensa, porque tinha me comprometido a provar. Ah, um detalhe importante, eu não gosto de barbecue, não sei por que uma pessoa gostaria de um molho que tem gosto de fumaça e você não sabe se é doce ou salgado, se é apimentado ou não, eu acho barbecue um molho confuso. O Preço da costela com batata frita é de R$ 41,50, e dá pra quatro pessoas comerem, claro que se forem quatro pessoas famintas é pouco.

Imagem

Enfim, chegaram as costelas, enoooormes e com uma porção boa de batata frita e um potinho de molho a parte. Eu peguei um pedaço humilde no prato, com pouco molho. Provei e então…. Me senti em um comercial de televisão! Sabe quando você é transportado pra outra dimensão, a câmera foca no seu rosto, você mastiga e sorri? Fecha o olho? Ouve sinos tocando no fundo! Foi assim! Eu acho que eu nunca tinha comido uma costela boa e, detalhe, agora eu amo barbecue. Acho que eu tinha provado uma vez e o molho era ruim, só pode.

A experiência foi muito boa!

Adorei o lugar, achei os preços honestos, as porções muito grandes.

Pra quem for com um grupo menor, ou não quiser morrer de comer, eles têm a opção de meia porção também.

Ah, eles tem um Happy Hour com dose dupla de caipis, doses e Chopp. Todo mundo sabe que eu não bebo Chopp, mas devo dizer que ele estava geladíssimo!

O único problema de lá é não ter coca, isso me faz ter uma master preguiça de voltar. Mas adorei e é uma opção real pro Outback, muito mais barata e com uma fila muito menor

E vocês gostam de lá? Tem outra sugestão de lugar parecido? Aproveitem que eu to numa fase de costela e barbecue!

Beijos,

Paulinha

Hamburguer – Sam’s e James

Como eu já disse em vários posts, eu não sou muito fã de hambúrguer, porque sofro do preconceito de fast food.

Apesar disso, a curiosidade fala mais alto e, recentemente, visitamos duas hamburguerias em BH, o Sams e o James.

Aparentemente esse tipo de casa está virando moda na cidade. Como a gente não poderia ficar de fora, trouxemos a nossa opinião pra vocês.

Imagem

Fiquei muito receosa de ir ao lá porque tenho a impressão que esse estilo de lugar vai ter o hambúrguer mais parecido com o do Mc Donalds do que com o do Duke mesmo (obvio, né?). Mas, como recebemos vários elogios da casa, lá fui eu.

Imagem

O James fica bem do lado do Rei do Pastel da Rua Sergipe com Tomé de Souza.  É um lugar fofo, com uma decoração – adivinha – dos anos 50. Sofás vermelhos, uma varanda confortável. Na parede uma decoração muito legal com fotos de vários James famosos, como James Brown, James Dean, James Blunt… Eu e o Lucas ficamos brincando de adivinhar qual era qual.

Quando fomos olhar o cardápio, mais uma surpresa: todos os hambúrguer têm nome de James! Gostei de várias opções e, depois de pensar, decidimos pedir o James Hetfield.

Imagem

Imagem

Um detalhe legal: eles trocam os hambúrgueres de carne bovina por soja sem acréscimo. Então se você tem um amigo vegetariano pode leva-lo lá.

Cada hambúrguer vem acompanhado de batatas fritas, que podem ser trocadas por sorriso ou onion rings, e você pede uma das opções de molho que a casa dispõe (o James, que é de picles com mostarda, o barbecue, o de alho ou o de ervas)

Na hora de fazer o pedido, uma moça muito simpática nos atendeu. Eu expliquei pra ela de forma muito clara que só como carne mal passada, que se não for assim eu não como, que eu passo mal (é verdade, juro!). Perguntei se tinha como o hambúrguer vir dessa forma, ela respondeu que sim. Pedido feito, agora era esperar bebendo a minha deliciosa, e muito gelada, Coca Cola (a casa também tem Heineken!)

Pouco tempo depois chega o hambúrguer, grande e bonito!

Imagem

Mas algo muito triste ocorreu. O hambúrguer estava bem passado, muito bem passado (GRITINHOS DE HORROR PAIRAM NO AR!). E mais uma coisa: a carne é dessas de fast food, sabe? Embatumada, condimentada, bem passada.

Imagem

Resumo da noite: eu não comi, ficou tudo pro Lucas.

A questão aqui é a seguinte: se você gosta desses hambúrgueres típicos de Mc Donalds, ótimo! O James é uma opção real para você.

Não estou dizendo que lá é ruim, só não foi feito para mim. Eu sou mega exigente com hambúrguer e com o ponto da carne. Mas lá é bom, os preços dos hambúrgueres são ótimos, o atendimento é muito bom, o único problema é que eu não como esse tipo de “carne”.

Quando pedimos a conta, fiz essa reclamação pro garçom e ele nos jurou que o problema era que o nosso hambúrguer era de picanha, o que impossibilita que ele saia mal passado.  Segundo ele, o de carne normal é feito com carne meeesmo, então da pra sair mal passado. Ele sugeriu que a gente voltasse pra provar o de carne de verdade… Muito atencioso, mas meio tarde demais!

Em resumo, a casa é bem legal, mas nosso pedido deixou um pouco a desejar! Destaque pro tamanho do hambúrguer que é beeem considerável. Se o seu objetivo é matar a fome, vale a viagem!

 Endereço: Rua Sergipe, 1093, Savassi

Site: https://www.facebook.com/JamesBurgerBH

Imagem

Imagem

(Foto retida do Jornal Estado de Minas)

Descobrir uma lanchonete que tem um carro dentro dela me fez ficar muito animada. Em uma noite de domingo, lá fomos nós para o Sams do Buritis. Chegando lá, a mesa do carro estava vazia. Corri para o andar de cima e sentei.  A mesa dentro do carro é pequena, fica menor ainda quando sentam 4 pessoas, sendo 3 homens, o que era o nosso caso. Mas a minha animação era tanta que não deixei ninguém sair e ficamos os 4 espremidos no sofá.

Imagem

(Foto retirada do site do Jornal Estado de Minas)

A decoração, obviamente, anos 50. Cheia de fotos da parede, pôsteres da Coca (me ganhou assim), muito legal.

Ao olhar o cardápio, eu avistei no fim um nome lindo de hambúrguer, e foi paixão a primeira vista. Tinha que ser esse: Disney!

Imagem

O que diferencia mais esse lugar é que o hambúrguer tem gosto de carne, ele não é condimentado. Então eu gostei. O preço do meu Disney era de R$ 14,90. Seria irreal eu esperar uma qualidade Duke, mas achei bem gostoso, e eles respeitaram o ponto da minha carne, o que me deixou imensamente feliz. Destaque pros preços que são muito bons!

Imagem

Enfim, dos hambúrgueres dessa categoria dos mais baratos, o Sam´s sai bem na frente.

Cardápio do sams: http://www.comagora.com.br/cardapio.aspx

Site: http://www.samsburger.com.br/

Endereço: Avenida Professor Mário Werneck, 1915, Buritis ou Avenida do Contorno, 8727, Gutierrez

Em resumo, as duas casas têm seus pontos fortes. Não dá pra falar que é aqueeeele hambúrguer gourmet mas, pela faixa de preços e pela proposta das casas, elas atendem bem o esperado!

Visitem as duas casas, escolham a sua preferida e nos dêem a sua opinião, dica e sugestão, além de, é claro, compartilhar com a gente as fotos!

Bom apetite e booom final de semana!

– Não se esqueçam de inscreverem no nosso Sorteio.

Sorteio de um Livro de Receita personalizado de 3 meses do blog! Do dia 23/06/2012 até o dia 06/07/2013 às 12:00!

https://parafalaraverdade.wordpress.com/2013/06/23/sorteio-do-livro-de-receita/

Corra e concorra ao seu!

– Quer aprender a fazer o seu próprio hamburguer caseiro?

Clique AQUI e aprenda.

L’ Entrecôte

Imagem

Eu descobri esse restaurante em BH na semana do Restaurant Week (inclusive, quero muito a próxima edição).

O prato desse restaurante foi um dos que eu mais gostei, mas, pesquisando mais sobre ele, descobri que o preço de lá é ótimo, então resolvi ir fora do festival mesmo.

O que eu mais gostei do lugar é que ele tem um prato só, então não tem como o chef errar o pedido! Se errar, pode fechar o lugar!

Imagem

Chegamos lá numa sexta-feira a noite, estava super tranquilo de conseguir mesa, sentamos no fundo e eu pedi meu prato. A escolha, meio obvia, L’ Entrecôte Clássico e uma coca sem gelo e sem limão!

Preciso explicar que eu fui lá no final do ano passado. Isso será muito importante no decorrer da minha descrição.

Enfim, o prato clássico é composto de uma Salada de Saison e depois o prato principal.

Imagem

A questão é que eu nunca tinha comido uma salada até esse dia! Foi bastante desconfortável, porque eu não sabia nem espetar uma folha com o garfo. Além de achar que folha não tem gosto de nada, eu ficava fazendo malabarismos delicados para não parecer maluca no restaurante.

Desisti, troquei de prato com o Lucas, ele comeu a minha salada, e eu fiquei com cara de satisfeita. (Solução simples, fácil e rápida para uma pessoa que é chata para comer: ter um namorado que come de tudo).

Passado o momento traumático da salada, que eu jamais vou conseguir contar se estava ou não boa porque eu simplesmente não gosto de salada, chegou o prato principal.

Imagem

Lindo! Um Entrecôte, que é um tipo de corte de carne, vermelho, lindo, com  molho secreto e batatas fritas.

Eu provei e a-d-o-r-e-i!

Comi muito feliz, aproveitamento cada linda parte daquele molho mágico!

Quando acabei de comer, perguntei pro Lucas do que era feito, ele disse que não sabia, uma vez que é secreto, mas que várias receitas falam que tem fígado de galinha.

Resultado? Eu não gosto nem de pensar nisso. Ele estragou a magia do meu jantar.

Não sei se tem ou não fígado de galinha, só sei que sou muito chata pra comer de novo.

Mas o sabor é maravilhoso! Então se você é normal e não liga pra isso, se esbalde!

Imagem

No final pedimos uma mousse de chocolate. Muito leve, nada enjoativa, porque quase não é doce. Você paga um valor fixo, quando eu fui era de R$ 12,00,  não acho que variou muito, e come o quanto de mousse você quiser (por quanto você quiser entenda uma quantidade boa de mousse no prato mas, quando você termina, ninguém vem perguntar se você quer mais, e eu não pedi para repetir também.)

Bom, para falar a verdade…

Eu gostei muito do lugar!

Achei os garçons muito simpáticos, a carne veio no ponto que eu pedi, tinha Coca, vários vinhos, preço bom… o L’ Entrecôte Clássico era R$ 39,00.

Acho que vale muito a pena!

Obs: quero muito voltar para provar o steak tartare!

Endereço:  R. Antônio Aleixo, 531/ Cj. 302/303 – Lourdes

Site: http://www.gomiderestaurants.com/lentrecote/index.php

Café Rojo

Imagem

Eu sempre fico de olho no site da Vejabh para ver se sai alguma novidade de restaurante.

Semana passada eu achei uma reportagem de um Café , na  Av. Afonso Pena, que tinha um risoto de gorgonzola com filé e batata frita por R$ 39,00 (PARA DUAS PESSOAS)
Obviamente desorientei! Esse é meu prato preferido: arroz, bife e batata!
Agora troca o arroz por risoto que vira festa!

Chegou sexta feira, eu e o Lucas resolvemos ir ao cinema (assistir Homem de Ferro – amei! Melhor super heroi ever!), e resolvemos comer no tal Café Rojo antes!

Quando chegamos eu percebi que é no Prédio da Oi! Quis desistir de ir, por que meu pavor da Oi é tão grande, mais tão grande, que estar no mesmo prédio que funciona a telefonia já me deixa nervosa!

Depois de várias respiradas profundas para acalmar (a Oi realmente me tira do sério), e uma passadinha no Museu de Telecomunicações, entramos no Café.

É muito legal por dentro, uma arquitetura super moderna.

Imagem

Sentamos na nossa mesa, o garçom trouxe o cardápio e eu fui logo procurando meu risoto! Mas percebi que o preço era de 29,90. Indaguei ao garçom se era para dois e ele me falou que a Veja publicou errado, o prato não serve dois e não era aquele preço, mas eles estavam fazendo especificamente o risoto com gorgonzola do jeito que saiu na revista.

ImagemImagemImagem
Achei muito legal essa atitude do dono do Rojo, ele poderia muito bem colocar a culpa na Revista veja e não se adaptar. Já fui em vários restaurantes que fizeram isso. Gostei muito dessa atitude, achei que foi o certo e honesto a fazer.

Pedimos então o prato principal e uma entrada.

  • Entrada

Imagem
Pasmem, a entrada custou 3,90! Nem eu acredito!
São 4 torradinhas com o molho do dia,quando eu fui era um molho de alho poró com alho crocante, parmesão ralado e alguns cubos de gorgonzola.
Muiiito gostoso, e nunca vi um preço assim! Gente 3,90 não é o preço de um folhado em muita lanchonete! Achei sensacional!

  • O Prato Principal:

Imagem
O prato principal chegou! A primeira vista fiquei com a impressão que seria pouco, mas como eu estava pagando R$ 20,00, achei que estava justo.
A carne, mal passada, do jeito que eu amo! Risoto perfeito! Batatas quentinhas e crocantes!
Achei delicioso!
Quando eu acabei de comer percebi que estava satisfeita – para os sinceros: lotada! Hahahaha
Juro que acho que foi a refeição com melhor custo benefício da minha vida!

Então, Para Falar a Verdade:
Eu adorei! (To falando que to numa fase muito boa)

  • Tinha coca! MARAVILHOSO
  • Não sei por quanto tempo eles vão fazer o prato pelo preço da revista, perguntei pro garçom, mas ele não soube responder. De qualquer forma, o preço verdadeiro é muito bom! 30,00 num risoto com batata e carne de boi! Acho difícil alguém achar um preço mais justo que este.
  • eles tem delivery! Entregam pizza e o risoto (não entendi até agora como isso daria certo, mas fica a informação)
  • Funciona um teatro no lugar, para quem interessar vale a pena dar uma pesquisada pra ver se tem alguma coisa legal
  •  Do lado tem um Museu de Telecomunicação, achei muito legal! Fui ver a exposição do Futebol! Curti, vale a pena gastar um tempinho antes
Telefone: (31) 3223-6132

Ps:Depois fomos direto para o cinema.

O filme do Homem de Ferro é sensacional!

Quem é o Homem de Ferro perto do Batman! (Lucas não vai curtir essa parte, mas é verdade! #ficaadica)

Imagem

E você tem um super herói preferido? Você faz parte do Team Iron ou Team Batman??
Hahahaha…
Falando sério agora!
Espero que tenham gostado do post!
E não esqueçam de quando forem nos restaurantes marcarem o instagram do blog!
Beijos,
Paulinha

Salumeria Central

logo
Sábado eu saí super tarde de casa, e, em BH, querer comer tarde significa FILA!

Depois de várias tentativas frustradas, resolvemos ir à Salumeria Central.

O lugar tem várias opções de queijos e embutidos, além de massas. Um cardápio diferente e gostoso.
balcao

Chegamos lá por volta das 22h40, e tinha – apenas – nove mesas na frente. O desespero bateu, mas eu estava com fome, e isso significa estado profundo de mau humor. Os supermercados estavam fechados e fiquei com medo de procurar um outro lugar mais vazio e a cozinha estar parando de funcionar. Então fechei o zíper do meu casaco, respirei fundo, e enfrentei bravamente a espera.

O engraçado do lugar é que como é muito cheio, ficam várias cadeiras na calçada, aí as pessoas pedem um vinho, uma entrada e começam a comer ali mesmo.

cardapio 1

cardapio 2

cardapio 3
Eu adorei tudo do cardápio, e acho que tudo tem um preço muito bom, mas estava com tanta fome que não conseguia decidir o que pedir.

Achei muito legal a porção Do Brasil, que é uma seleção de queijos brasileiros com mel. Até aí ok, mas vem uma frigideira de ferro, muito quente, para derreter o queijo! Sensacional! E a casa, muito espertamente, esquenta a frigideira quando ela esfria, então pode comer tranquilamente, sem pressa.

Para acompanhar o queijo eu pedi uma porção de pães da casa.

Quase todo mundo bebia vinho. Eu, claro, pedi uma Coca KS (achei absurdo custar 5,00 para 240ml de coca, mas tudo bem).

mesa
Me senti acalentada com a garrafinha de Coca ao meu lado e fiquei esperando a mesa vagar e meu pedido chegar, sentadinha na cadeira do lado de fora.

Enquanto isso, ficamos olhando a vista do lugar. Gente, é lindo! Fica na Rua Sapucaí, em cima da estação central do metrô, uma vista de tirar o folego!
A mesa vagou até rápido (uns 40 minutos), e foi sentar que o prato chegou.

944166_10200706043830140_1513050260_n

A porção Do Brasil é muito gostosa, vem uma quantidade boa de queijo. A nossa frigideira chegou meio fria, então não tivemos a linda surpresa do queijo derretendo. Pedimos para trocar (demorou um pouco, mas imagino que a frigideira de ferro demore bastante para esquentar), e voltou pelando. Aí sim, foi mágico colocar o queijo e ver borbolhas!

paes
A porção de pães tem um tamanho bom, mas não vem nem uma manteiguinha. Ou seja, pra pedir ela tem que ser acompanhando alguma coisa mesmo. Delicioso, diferente das porções convencionais, ele vem com palitinho de biscoito, croissant, pão ciabata, foccaccia, pãozinho redondo com ervas.

Eu comeria mais, muiiiito mais. Só que a cozinha fechou no meio do meu queijo. O garçom foi na mesa avisar e perguntar se tínhamos mais algum pedido, mas eu tenho um pouco de aflição de resolver as coisas na pressa, então preferi não pedir mais nada. Quando voltar quero pedir a porção de queijos estrangeiros e a porção de embutidos.

lugar
O ambiente do lugar é incrível! É super escuro, e tem luminárias rústicas. Achei divertido que tem duas televisões no teto com a imagem de lâmpadas. Eu ri quando vi, sou boba e não nego!

935700_10200706047230225_636937910_n

Bom, para falar a verdade…
Eu gostei muito! Ando num momento de sorte com os lugares que eu tenho ido comer, no inicio do ano era só desastre.

Achei a comida gostosa, o atendimento bom. Já aviso que demora, mas isso é padrão em BH. A espera para mesas é bem longa, então chegue cedo ou faça reserva ou vá preparado! Para quem for na cara e na coragem, pegue uma cadeira, faça de mesa, e já comece os pedidos. Leve blusa de frio (eu congelei quando fui) e tire fotos da vista.

Se for beber refrigerante lá tem Coca e Guarapan, mas vá com a mente aberta para gastar dinheiro. A bebida é bem cara.

Suco é de latinha, mas tem um de laranja natural. O top da casa, mesmo, são os vinhos. Pra quem gosta, é o paraíso!

Espero que vocês gostem também!
Não esqueçam de comentar!
Beijos,
Paulinha

Osteria Gusto

Nós já estávamos planejando ir à Osteria Gusto há um tempo. Numa bela sexta-feira, toda aquela animação e pesquisa do melhor lugar para ir, entrei no Face do restaurante e descobri que ele faz parte do Viva Mesa . Perfeito!

Imagem

Chegamos lá e só tinha casal, fiquei muito impressionada com isso – Veja, já temos opção do melhor lugar para ir a 2.  Todas as mesas estavam ocupadas, exceto uma redonda, linda, mas que cabiam 8 pessoas. Eu não achei certo ocuparmos uma mesa tão grande só para nós dois, então ficamos esperando uma vagar.

Obs: o Paulo, que nos recebeu, foi muito simpático, inclusive nos deu a opção de sentar na mesa grande e de, se quiséssemos, depois trocar por uma de dois lugares. Achei isso de uma delicadeza enorme. Acho que estou tão acostumada com a falta de educação que a gentileza me impressiona. De qualquer forma, preferimos esperar, e estava uma noite gostosa, foi bom ficar um tempinho ao ar livre.

O lugar é lindo, o ambiente interno é pequeno, mas as mesas são espaçadas, então fica confortável. Tem também mesinhas na calçada, uma delicia. Mas o que me encantou mesmo foi o lustre do lugar, eu sou tipo a louca dos lustres, desde pequena eu adoro!

Imagem

No dia que nos fomos, um garçom tinha faltado, o atendimento foi demorado, mas o lugar era tão lindo, e todos foram tão simpáticos com a gente, que nem percebia a demora.

E é importante levar em conta que muitas vezes a gente escolhe ir no restaurante em um dia ruim, temos que ter paciência mesmo. Eu fui no único dia que o garçom não foi, falta de sorte, ne? Acho que se estivesse num dia com pressa teria tido uma impressão não muito boa, mas quando você sai para comer tem que levar em conta alguns problemas eventuais. Ainda bem que eu permaneci lá, dessa forma pude provar a comida maravilhosa. Claro que o bom atendimento foi essencial, o Paulo e o garçom explicaram a situação e nos atenderam, dentro do possível com uma pessoa a menos, de uma forma ótima! Isso para mim contou muito!

O que mais me chamou atenção no restaurante, alem do lustre vermelho, foi o preço do cardápio, muito justo para uma comida italiana em Lourdes.

(A foto do cardápio ficou muito ruim, desculpa!)

Imagem

Imagem

Nós pedimos de entrada um Carpaccio. Ele estava gostoso, mas fiquei invejando as bruschettas das mesas ao lado. Acho que compensa mais pedi-las.

Imagem

Para o prato principal nos pedimos:

Risoto alla salsicha e Erbe – R$ 36,00

Imagem

Era um risoto de lingüiça e ervas, maravilhoso! Tinha muita lingüiça, funghi e o risoto veio al dente. Tempero ideal. Uma explosão de sabores, eu amei!

Tagliatelle Alfredo e Paillarde – R$ 45,00

Imagem

Lembra da receita do Alfredo que a gente deu semana passada? Então, comemos aqui a nossa massa preferida! A carne é a mais macia que já comi, é um bife fino, mas derretia na boca, e muito mal passado! Perfeito para mim! Já o Fetuccini eu acho que faltou um pouco de tempero, não sei, quem sabe um pouco de sal ou pimenta. acho que estou acostumada com o meu mesmo. Não acho que comprometeu o sabor não, mas podia ter ficado mais incrível.

Imagem

A casa tem Coca, Heineken, Stella, Devassa e um suco de uva que parecia muito bom (e fazia sucesso, várias pessoas pediram). Para quem gosta, eles tem uma carta de vinhos bacana também.

Para mim está perfeito, se tem Coca estou feliz. Pro Lucas também estava perfeito. Tem Heineken, ele está feliz.

Para falar a verdade…

Eu adorei o lugar, achei a comida ótima. A Gusto é do mesmo dono do Benvindo, inclusive é o mesmo Chef. Adorei o preço, achei bem justo. E uma coisa que achei legal é que eles não inventam no prato. Não tem molhos esquisitos e ingredientes que você precisa entrar no Google pra descobrir o significado. É simples e maravilhoso!

Isso sem mencionar a super simpatia e gentileza do Paulo, o gerente, que nos atendeu extremamente bem e nos deu muita atenção, mesmo com a casa cheia e um garçom a menos.

Eu fui, indico e quero voltar.

 E você, conhece a Osteria Gusto? Compartilhe com a gente as suas experiências! Bom apetite!

Não esqueça de tirar fotos e nos marcar no instagram (@parafalaraverdade)

A nossa verdade

Quando colocamos a nossa opinião no blog, não estamos nos referindo ao que o restaurante é, mas, sim, o que ele foi para nós durante as horas em que lá permanecemos.

Eu penso que, quando resolvemos sair de casa, esperamos ser bem tratados e bem servidos. Ninguém sai do conforto do lar pra pagar para ser maltratado, né?
Percebo que muitas vezes o dono do lugar nem sabe que os garçons são ruins ou que os pratos demoram, e muitas vezes eles até sabem, mas não ligam.  Eu fico na esperança de que se eu contar pra alguém, o dono fica sabendo e muda.

 
Eu resolvi criar esse espaço porque muitas vezes eu vou a um lugar e passo tanta raiva que gostaria que alguém tivesse me contado que não é bom. Ou então perco muito tempo sem descobrir o meu lugar ao sol, um restaurante pra chamar de meu!
Mas muitas vezes o que acontece é a impressão de uma noite que, para o estabelecimento, deu errado. Seria como uma pessoa que nunca te viu na vida conversar com você no seu único dia de mal humor. Às vezes você é até legal, mas quem foi mal tratado não vai ficar testando até achar o dia bom.
Tem lugares que a gente ama, e, mesmo não sendo bem atendido volta! Um exemplo perfeito para mim é o Projeto Sabor (farei mais para frente um review sobre ele), que é um dos meus lugares preferidos, mas toda vez que vou lá tenho, pelo menos, algum pedido errado. Só que amo tanto a comida que acho que compensa um erro ou outro. 
Então darei sempre a minha opinião, a minha verdade, mas convido a cada um dos leitores a viver a própria experiência e depois comentar aqui. Quem sabe não terei uma segunda visão de algum lugar?