Parrilla Los Hermanitos

Imagem

Há muito tempo, na época em que eu ainda tinha tempo de ler Veja BH eu descobri um lugar muito legal chamado Parilla Los Hermanitos. A reportagem falava que era uma Parilla (Duh) com uma decoração super argentina e com carne boa com preço ótimo. Na época eu não só não tinha blog, como nem cogitava essa possibilidade. Fui e amei! Um tempo depois resolvi voltar pra tirar foto do cardápio (a desculpa que a pessoa dá pra comer num lugar) e contar pra vocês.

Imagem

Bom, vou começar com a verdade, afinal é isso que eu faço melhor. A casa fica na  Lavras, quase no final da rua, num lugar não muito movimentado, e o portão da casa fica fechado, então você tem que tocar campainha pra entrar. No dia que eu fui, era bem cedo, a casa tava mais vazia, até porque ela é gigaaante, e eu confesso que bateu aquele medo de acontecer um Sweeney Todd (pra quem não entendeu esse parágrafo alugue o filme, ok? Tem no Netflix). Toquei a campainha meio receosa, e sentei na mesa…

Que lugar mais agradável! Me senti na Argentina – e eu AMO a Argentina. Depois descobri que o restaurante é do mesmo dono do Pizza Sur!

ImagemImagem

Ao pedir o cardápio constatei uma verdade, a Veja não mentiu, o preço de lá é realmente muuiiito bom! A primeira vez que eu fui pedi Ojo de bife e da segunda Prime Rib (detalhe que ambas as vezes eu meiei com o Lucas.  Se você for com uma companhia normal, que não quer morrer de comer, e você também não é a parte que quer morrer de comer dá pra meiar tranquilamente, porque todos os pratos vem com acompanhamento)

Pedimos a carne, extremamente mal passado, sangrando, nojenta, crua, mas quente, por favor! Uma Coca sem gelo e sem limão, obrigada!

Enquanto esperávamos ficamos curtindo o tango e o lugar! Volto a ressaltar que é um ambiente delicioso!

Imagem

A carne chegou na mesa, linda! Queimadinha por fora, crua por dentro! Ai como eu amo os argentinos! Tudo delicioso! A única coisa que lembro de não gostar muito era o arroz, mas eu sou tããão chata pra comer arroz que nem coloco isso como um problema não.

Imagem

Ah, lá tem crepe de doce de leite! E é tãão barato que eu sempre peço, NOVE REAIS, MINHA GENTE!!! Mais barato que dois pães de queijo e uma coca lata na Boca do Forno!

Imagem

É legal sempre ficar de olho no facebook deles, porque direto sai uma promoção tipo dois rodízios de pizza ou empanada por 49,90!

Enfim, lugar sensacional!

Endereço:  Rua Lavras 914, Belo Horizonte, Brazil

Facebook: https://www.facebook.com/parrillaloshermanitosbh

Advertisements

Arantes Botequim

Imagem

Depois de tudo conspirar a favor, chegamos ao Arantes.

Já tinha ouvido falar muito bem de lá, que é a mais nova casa de carnes nobres de BH.

Chegamos numa quinta-feira, umas 20h30 e a casa ainda estava vazia (quando dá umas 21h30 ela fica abarrotada). Subimos para o segundo andar , uma varanda deliciosa, porque estava mais fresquinho, e nos deparamos com um DJ.

Confesso que, na varanda, de frente pro tal DJ, a música estava muito alta e, como o meu jantar era eu e o Lucas, quisemos ficar mais longe pra conseguir conversar. Pegamos uma mesa mais afastada, música mais baixa, muito boa.

Me apaixonei pelo lugar! Fofo, com uma música deliciosa, e um ambiente muito agradável.

Pedimos o cardápio e eu amei diversas opções.

De entradas temos bolinha de queijo, pastel, filé com gorgonzola, carpaccio, camarão, etc. Nos não pedimos nada, porque a gente não aguenta comer entrada, prato principal e sobremesa.

Nos pratos principais várias opções maravilhosas que se dividem em pedir a carne em gramas (T-Bone, Filé, Picanha, entre outros) ou pedir os pratos.

Eu e o Lucas optamos pelo prato porque tínhamos o Duo Gourmet*, então tínhamos que pedir um prato pra ganhar outro.

Eu estava com desejo de comer costela tinha mais de três semanas, logo o meu pedido foi óbvio! O Lucas, por outro lado, pediu um medalhão de filé com batatas rústicas. (O garçom nos alertou que a costela era gigante, que dava para três pessoas, que não deveríamos pedir dois pratos, mas como estávamos ganhando outro optamos por não escutá-lo).

Ao olhar o cardápio mais de perto percebi que tinha uma sobremesa que eu sou apaixonada: petit gateau de doce de leite! Sobremesa também escolhida.

Imagem

Uma coca sem limão e sem gelo, por favor, e, pro Lucas, um Chopp da Heineken.

Enquanto a gente espera o meu prato chegar vou contar um pouco mais do preço da casa.

Então, achei lá com um custo beneficio muito bom. A costela era R$ 52,90, o Medalhão de filé 42,90; a Coca R$ 4,00; o Chop R$ 6,00 e o lindo do petit gateau R$ 20,00.

E, de repente, o garçom começa a subir a escada com dois pratos na mão. Meu estômago até revirou de felicidade e, quando ele coloca na mesa os pratos, eu e o Lucas trocamos olhares e começamos a rir.

Gente, era muiiiiito grande! Tinha muita costela! Confesso que bateu um desespero.

Imagem

A costela estava maravilhosa, tinha muita carne, bastante molho e uma montanha de batata frita! A costela é bastante diferente daquela do Ideal, porque, diferente deste, a do Arantes é mais firme, enquanto a do Ideal desmancha na boca e o barbecue é mais doce.

Eu gostei bastante da costela, mas, para falar a verdade, prefiro a do Ideal mesmo. O Lucas, ao contrário, preferiu a do Arantes.

Imagem

O medalhão…

A cada garfada dessa carne eu soltava exclamações! Nunca comi uma carne tão maravilhosa e macia na minha vida! Estava maravilhoso, simples assim! Eu que estava com desejo de costela, abandonei-a totalmente para me deliciar nesse prato maravilhoso!

Se você for ao Arantes pode pedir sem medo de ser feliz!

E depois de quase uma hora comendo, resolvi que ia parar, afinal estava na hora da linda da sobremesa.

Pedi o garçom para retirar os pratos, e depois pedi a sobremesa. E a resposta foi: tiramos o petit gateau do cardápio, posso oferecer outra coisa?

Quis chorar. Sabe quando você constrói o cardápio em cima de uma coisa e depois descobre que não tem? Poxa, porque não avisou antes!? Eu poderia ter comido mais uma costela, né?

Enfim, não gosto de doce, então nada mais me apetecia.

A noite foi ótima! Poderia ter sido maravilhosa, mas agora meu filho vai nascer com cara de doce de leite.

De qualquer forma eu adorei o restaurante, o atendimento, a comida e o preço.

Arantes, se prepare porque você vai me ver várias vezes!

Podem seguir meu conselho, e depois me contem como foi!

Não esqueçam de postar a foto no Instagram e marcar o blog! (@parafalaraverdade)

Beijos,

Paulinha

Endereço: Rua Marilia de Dirceu,177. Belo Horizonte

*Duo Gourmet:

Informações

• O Duo Gourmet custa apenas R$49,00.

• Quem compra pode economizar aproximadamente R$1.500,00.

• São 22 restaurantes participantes.

• Cada página é o cupom de um restaurante.

• Na compra de um prato principal, ganha-se outro de igual ou menor valor.

• Pode- se escolher qualquer prato principal do cardápio tradicional do restaurante.

• Validade até 15/12/2013.

• Os dias de utilização variam de acordo com cada restaurante.

• Confira o calendário geral de utilização:

Hamburguer – Sam’s e James

Como eu já disse em vários posts, eu não sou muito fã de hambúrguer, porque sofro do preconceito de fast food.

Apesar disso, a curiosidade fala mais alto e, recentemente, visitamos duas hamburguerias em BH, o Sams e o James.

Aparentemente esse tipo de casa está virando moda na cidade. Como a gente não poderia ficar de fora, trouxemos a nossa opinião pra vocês.

Imagem

Fiquei muito receosa de ir ao lá porque tenho a impressão que esse estilo de lugar vai ter o hambúrguer mais parecido com o do Mc Donalds do que com o do Duke mesmo (obvio, né?). Mas, como recebemos vários elogios da casa, lá fui eu.

Imagem

O James fica bem do lado do Rei do Pastel da Rua Sergipe com Tomé de Souza.  É um lugar fofo, com uma decoração – adivinha – dos anos 50. Sofás vermelhos, uma varanda confortável. Na parede uma decoração muito legal com fotos de vários James famosos, como James Brown, James Dean, James Blunt… Eu e o Lucas ficamos brincando de adivinhar qual era qual.

Quando fomos olhar o cardápio, mais uma surpresa: todos os hambúrguer têm nome de James! Gostei de várias opções e, depois de pensar, decidimos pedir o James Hetfield.

Imagem

Imagem

Um detalhe legal: eles trocam os hambúrgueres de carne bovina por soja sem acréscimo. Então se você tem um amigo vegetariano pode leva-lo lá.

Cada hambúrguer vem acompanhado de batatas fritas, que podem ser trocadas por sorriso ou onion rings, e você pede uma das opções de molho que a casa dispõe (o James, que é de picles com mostarda, o barbecue, o de alho ou o de ervas)

Na hora de fazer o pedido, uma moça muito simpática nos atendeu. Eu expliquei pra ela de forma muito clara que só como carne mal passada, que se não for assim eu não como, que eu passo mal (é verdade, juro!). Perguntei se tinha como o hambúrguer vir dessa forma, ela respondeu que sim. Pedido feito, agora era esperar bebendo a minha deliciosa, e muito gelada, Coca Cola (a casa também tem Heineken!)

Pouco tempo depois chega o hambúrguer, grande e bonito!

Imagem

Mas algo muito triste ocorreu. O hambúrguer estava bem passado, muito bem passado (GRITINHOS DE HORROR PAIRAM NO AR!). E mais uma coisa: a carne é dessas de fast food, sabe? Embatumada, condimentada, bem passada.

Imagem

Resumo da noite: eu não comi, ficou tudo pro Lucas.

A questão aqui é a seguinte: se você gosta desses hambúrgueres típicos de Mc Donalds, ótimo! O James é uma opção real para você.

Não estou dizendo que lá é ruim, só não foi feito para mim. Eu sou mega exigente com hambúrguer e com o ponto da carne. Mas lá é bom, os preços dos hambúrgueres são ótimos, o atendimento é muito bom, o único problema é que eu não como esse tipo de “carne”.

Quando pedimos a conta, fiz essa reclamação pro garçom e ele nos jurou que o problema era que o nosso hambúrguer era de picanha, o que impossibilita que ele saia mal passado.  Segundo ele, o de carne normal é feito com carne meeesmo, então da pra sair mal passado. Ele sugeriu que a gente voltasse pra provar o de carne de verdade… Muito atencioso, mas meio tarde demais!

Em resumo, a casa é bem legal, mas nosso pedido deixou um pouco a desejar! Destaque pro tamanho do hambúrguer que é beeem considerável. Se o seu objetivo é matar a fome, vale a viagem!

 Endereço: Rua Sergipe, 1093, Savassi

Site: https://www.facebook.com/JamesBurgerBH

Imagem

Imagem

(Foto retida do Jornal Estado de Minas)

Descobrir uma lanchonete que tem um carro dentro dela me fez ficar muito animada. Em uma noite de domingo, lá fomos nós para o Sams do Buritis. Chegando lá, a mesa do carro estava vazia. Corri para o andar de cima e sentei.  A mesa dentro do carro é pequena, fica menor ainda quando sentam 4 pessoas, sendo 3 homens, o que era o nosso caso. Mas a minha animação era tanta que não deixei ninguém sair e ficamos os 4 espremidos no sofá.

Imagem

(Foto retirada do site do Jornal Estado de Minas)

A decoração, obviamente, anos 50. Cheia de fotos da parede, pôsteres da Coca (me ganhou assim), muito legal.

Ao olhar o cardápio, eu avistei no fim um nome lindo de hambúrguer, e foi paixão a primeira vista. Tinha que ser esse: Disney!

Imagem

O que diferencia mais esse lugar é que o hambúrguer tem gosto de carne, ele não é condimentado. Então eu gostei. O preço do meu Disney era de R$ 14,90. Seria irreal eu esperar uma qualidade Duke, mas achei bem gostoso, e eles respeitaram o ponto da minha carne, o que me deixou imensamente feliz. Destaque pros preços que são muito bons!

Imagem

Enfim, dos hambúrgueres dessa categoria dos mais baratos, o Sam´s sai bem na frente.

Cardápio do sams: http://www.comagora.com.br/cardapio.aspx

Site: http://www.samsburger.com.br/

Endereço: Avenida Professor Mário Werneck, 1915, Buritis ou Avenida do Contorno, 8727, Gutierrez

Em resumo, as duas casas têm seus pontos fortes. Não dá pra falar que é aqueeeele hambúrguer gourmet mas, pela faixa de preços e pela proposta das casas, elas atendem bem o esperado!

Visitem as duas casas, escolham a sua preferida e nos dêem a sua opinião, dica e sugestão, além de, é claro, compartilhar com a gente as fotos!

Bom apetite e booom final de semana!

– Não se esqueçam de inscreverem no nosso Sorteio.

Sorteio de um Livro de Receita personalizado de 3 meses do blog! Do dia 23/06/2012 até o dia 06/07/2013 às 12:00!

https://parafalaraverdade.wordpress.com/2013/06/23/sorteio-do-livro-de-receita/

Corra e concorra ao seu!

– Quer aprender a fazer o seu próprio hamburguer caseiro?

Clique AQUI e aprenda.

Kone de Brie com um toque de gorgonzola e mel; Batata assada com queijo e filé com crosta de queijo azul; Kone de Limão

Eu e o Lucas temos um combinado: nunca sair pra jantar no dia dos namorados. Eu tenho aflição só de pensar. Restaurante lotado, garçons enlouquecidos e perdidos.

Então, sempre cozinhamos. Esse ano teve um peso maior: pensar um jantar completo para colocarmos no blog. Eu e ele nunca fazemos entrada nem sobremesa. Entrada porque a gente nunca lembra e a sobremesa porque nunca sobra espaço.

Ficamos pensando muito, procurando várias receitas e, depois de um mês, chegamos ao jantar ideal.

Não consigo explicar o quanto ele estava maravilhoso. Eu hoje estou vivendo uma depressão de “já passou”,porque tudo estava muito gostoso.

Vamos lá, porque o post vai ser grande!

  • Entrada: Kone de Brie com um toque de gorgonzola e mel.

Imagem

Sabem aqueles canudinhos de doce de leite? Então, é feito com ele mesmo!

Ingredientes:
150g de Brie
30g de gorgonzola
1 pacote de canudinho
Mel

Como fazer:
Corte o brie e o gorgonzola bem pequenos, coloque em uma cumbuca e ponha por um minuto no microondas. O queijo vai derreter bem, tire do microondas e misture bem até virar um creme. Se você gostar jogue mel, eu não faço ideia de quanto mel eu pus, mas deve ter dado umas duas colheres. Como eu não curto muito o mel fiz depois uma parte pra mim sem.

Pensei depois que dá, também, pra picar o parma bem fininho e colocar na mistura ou fritar pedaços MUITO pequenos de bacon e colocar na mistura também.

O queijo quando sai do microondas é muiiito mole, então é muito fácil de colocar no kone. Quando ele esfria ele vai voltando a ficar mais encorpado. É gostoso de comer ainda quente, com o queijo derretendo.

Então, é sensacional! A massa do kone é frita, e muito crocante e fica maravilhosa com o queijo cremoso. Eu não sou muito fã de mel, mas gostei demais! Deu uma quebrada no sal do gorgonzola!

  • Prato Principal: Batata assada com queijo e filé com crosta de queijo azul

Imagem

Filé com crosta de queijo azul

 Ingredientes:

Filé Mignon (600g)
50 g de queijo azul (Roquefort e Gorgonzola)
1 colher de sopa de manteiga
¼ de xícara de farinha de rosca
Ervas a escolha (eu coloquei manjericão, orégano, pimenta, alecrim, etc)

 Modo de fazer:
Corte de forma bem pequena os queijos, e, com a ajuda de um garfo, amasse-os com a manteiga. Adicione a farinha e as ervas vá misturando aos poucos, de forma que vire uma pasta.

Esquente bastante uma frigideira e, se você gosta de carne mal passada, sele. Se preferir a carne mais bem passada, deixe a frigideira em uma temperatura mais baixa e vá cozinhando a carne de forma que ela não fique tão crua por dentro. Você pode fazer com a carne que preferir. Eu fiz com dois medalhões, mas pode ser dois bifes, pode comprar uma peça e cortar pedaços. Vai do gosto de cada um.

Quando a carne estiver no ponto desejado, retire da frigideira e coloque a pasta em volta dele. Ponha ao redor de todo o bife, envolvendo ele mesmo, tipo uma capa.

Imagem

Esquente bastante a frigideira, e coloque o bife com a pasta até que vire uma crosta crocante. Deixe o tempo suficiente para que fique dourada.

Batata Assada:

Imagem

Ingredientes:
Duas batatas grandes
Azeite de oliva
2 colheres de manteiga
Sal
Parmesão ralado,
Gorgonzola
Alecrim seco

 Modo de preparo:
Corte as batatas de forma que não chegue até o final. Coloque entre as rodelas de batata um quadradinho de queijo gorgonzola e o parmesão, intercalando os dois queijos. Em um recipiente separado ponha a manteiga, misture até que ela fique mais mole e coloque ervas, depois besunte a batata e jogue azeite por cima e depois sal.

Imagem

Pré-aqueça o forno a 200°C e coloque a batata. Deixe por aproximadamente 1 hora. Mas esse tempo dependerá do forno. Se for necessário colocar mais tempo, não tem problema. Quando ela estiver macia e dourada retire.

  • Sobremesa: Kone de Limão.

Imagem

Eu e o Lucas nunca conseguimos comer entrada, prato principal e sobremesa. Então nem tínhamos planejado fazer, mas os canudinhos estavam comprados e não usaríamos todos para fazer a entrada. A solução achada é canudinho de doce de leite.

Pensando mais sobre isso, desejei fazer uma tortinha de limão, mas fazer a massa me dava preguiça. Então uni o útil ao agradável e fiz um Kone de Limão, que nada mais é do que os canudinhos com o recheio da torta. Ficou delicioso, sensacional e toda vez que eu lembro eu quero mais! E o melhor de tudo é que é simplesmente ridículo de fazer!

Ingredientes:
Canudinho
1 lata de leite condensado
1 limão e meio.

Modo de Fazer:
Coloque em um recipiente uma lata de leite condensado, esprema o suco de um limão e meio e misture bem, de forma a ficar uma mistura homogênea. Prove, veja se está do seu gosto, eu prefiro mais doce, tem quem goste com um gostinho mais forte de limão. Se necessário coloque a outra metade. Agora é só preencher os canudinhos.

Eu enfeitei os meus com raspa de limão.

  • Harmonização de vinhos:
O Para Falar a Verdade tem um novo parceiro, a V&A Vinhos Franceses! Atendendo a pedidos dos amantes dessa bebida, agora nossos posts terão dicas dos melhores vinhos para se harmonizar com as nossas receitas! Não é sensacional? Vamos às dicas de hoje:
1) Entrada:
Espumante: Charmance – espumante da região do Vale do Loire. Composto 100% da uva Chenin. Bebida leve, com bolhas finas e persistentes, arredondam o paladar harmonizando-se perfeitamente com o queijo gorgonzola.  Apresenta notas de frutas cítricas, sendo assim a combinação perfeita com o queijo gorgonzola. Nesse caso poderíamos harmonizar com o vinho branco também, que sugeri para a sobremesa.
Preco Sugerido: R$50,00

2) Prato Principal:
Vinho: Moulin de Bourdieu – vinho tinto da região de Bordeaux – Apelação Médoc (apelação é uma sub-região). Composição de uvas: 60% Merlot e 40% Cabernet Sauvignon. É um vinho que harmoniza perfeitamente com carnes, tendo em vista apresentar um corpo médio, arredondado e bem sedoso, devido apresentar em sua maioria Merlot.
Preco sugerido: R$60,00
3) Sobremesa
Vinho: Chene Saint Louis. Vinho branco da região de Sancerre. Composição de uvas: 100% Sauvignon Blanc. Casamento perfeito com o limão, tendo em vista a presença de notas cítricas no paladar.
Preço Sugerido: R$80,00

Todos os pratos podem ser servidos com espumante, o que fica uma delícia também!

Todos os vinhos do post, e muitos outros, são encontrados na V&A Vinhos Franceses. – Indico muito, pessoal!

www.veavinhos.com.br
http://www.facebook.com/VeAVinhosFranceses
Cel.: (31) 9803-2718

É isso!

Espero que façam as receitas e gostem! Eu amei o meu jantar, não mudaria nada.

Imagem

Observação: Pensei bastante se queria ou não fazer o post essa semana. Nem todo mundo sabe, mas eu sou apaixonada com política, sempre tive um desejo intimo de entrar para esse meio, desejo esse que foi abandonado pela repulsa do que os nossos governantes fazem no nosso país. Com as manifestações que estão acontecendo meu coração inflou de uma empolgação misturada com emoção e orgulho. E eu só penso nisso, só falo disso, só comento isso, só vejo isso e só leio isso. Pensar em postar uma receita, em divulgar isso no face me trazia um sentimento ruim, como se ao invés de falar de algo importante eu falasse apenas de receita, entende?

Depois de refletir, percebi que tenho muitas paixões, umas que me motivam, como as mudanças que estão sendo despertadas, umas que me acalmam, como cozinhar, e por isso decidi fazer sim o post da semana. De qualquer forma quero convidar os leitores não só a lerem e fazerem esse jantar, que está sim sensacional, mas a ir às ruas, a lutar, a divulgar o nosso direito, a mostrar a nossa manifestação pacífica, a entender a situação do Brasil, a despertar um gigante, não apenas esse que vai pras ruas, mas o gigante do patriotismo que tenho certeza que estava adormecido dentro de nós, em mim estava em um coma induzido por uma descrença gigante.

Que possamos despertar a nossa vontade de lutar, porque dá sim pra construir um país melhor! E cada um que faz a diferença, sim!

O que seria da África se não fosse Mandela? E se ele achasse que não faria a diferença? E se Martin Luther King não tivesse sonhado?

Que possamos sonhar, viver e lutar!

E o playlist de hoje não será de uma música para cozinhar, mas uma música que possa nos motivar!

Vem, vamos pra rua!

http://www.youtube.com/watch?v=3rMX_rrv36w

O PREFERIDO: DUKE N’DUKE

 

 

 

ATUALIZAÇÃO: 

Sorteio de um Livro de Receita personalizado de 3 meses do blog! Do dia 23/06/2012 até o dia 06/07/2013 às 12:00!

https://parafalaraverdade.wordpress.com/2013/06/23/sorteio-do-livro-de-receita/

Corra e concorra ao seu!

Imagem

ATUALIZAÇÃO:

Fomos ao Duke esse final de semana e percebemos que eles trocaram o cardápio e reajustaram alguns preços!

Os hambúrgueres ficaram mais caros, mas na média de outras hamburguerias gourmet como Jack e Eddie’s! O aumento da cerveja foi o que feriu mais o bolso. A qualidade, no entanto, continua incomparável!

COLOCAREMOS DE VERMELHO OS PREÇOS E MODIFICAÇÕES NO POST!

Confesso que enrolei um pouco para escrever esse post. Sendo o Duke N’ Duke meu lugar preferido em BH, eu tenho muito para falar e a responsabilidade é gigante… afinal, eu tenho que convencer a vocês a ir ao lugar que mais amo!

Bom, como eu já disse em outro post, eu não gostava de hambúrguer. Sempre tive muito preconceito porque referência de hambúrguer para mim é fast food, e é aquela carne tostada, cheia de condimento, IUGH!

Descobri esse pub por causa de um site que amo e leio sempre, o “Chata de Galocha”. A Lú, dona do blog, falou muito bem de lá e eu resolvi, com muito medo e restrições, ir conhecer. Cheguei tímida, pedindo o sanduiche mais simples- Duke w/ Cheese – para não ter nada que eu poderia não gostar. E foi em uma mordida, uma simples e pequena mordida que eu me APAIXONEI LOUCAMENTE!

É engraçado que todas as vezes que vou lá tenho os mesmos pensamentos:

No inicio: – Nossa, estou com muita fome, um só nao vai adiantar!

No meio do hamburguer: – É muito grande! Acho que não vou aguentar até o final!

Quando acaba: – Quero mais um! Isso é maravilhoso!!!

Imagem

Vamos ao restaurante.

O Duke é um pub que fica na Savassi, pertinho do 5ª avenida. É bem pequeno por dentro, só tem oito mesas. O ambiente é todo decorado, com sofás aconchegantes, um bar bacana, luzes baixas e uma música deliciosa ao fundo. Enfim, um pub que leva a sério ser pub.

O cardápio conta com algumas entradas (entre os tradicionais fish and chips e a batatinha incrível), e para a refeição principal temos opções de pratos e de hambúrgueres. O mais legal é que cada hambúrguer tem o nome de um cantor de Jazz. Uma ida ao local é mais do que comer, é cultura também.

Cada hambúrguer vem acompanhado de uma generosa porção de batata que pode ser do tipo normal (dessas cortadas grosseiramente, cheias de sabor e com gosto de feitas em casa pela vovó) ou batata chips (cortada fininha). Você ainda pode escolher o tipo de sal a ser usado: spicy, cítrico ou comum. Eu já comi de todas as formas diferentes e, uma dica pessoal, eu amo chips com sal cítrico.

Como cada hambúrguer tem o nome de um cantor de jazz eu coloquei o link com uma playlist das melhores músicas de cada um.

Vamos aos hambúrgueres:

Duke Burguer Cheese– R$ 26,90(Gente, Duke w/ Cheese não é um cantor de jazz, tá?)

[Atualização: Acabei de descobrir que também temos um pianista de jazz chamado Duke Ellington. http://www.youtube.com/watch?v=W9pfsRmO-_Q&playnext=1&list=PL95A4AC8D3DDB9C66&feature=results_main ]

Imagem

Pão, Burguer, Home Sauce, Queijo prato.

O Duke é tão maravilhoso que até o famoso pão com queijo é ótimo! Ele vem com um molho caseiro feito de tomates picados! Em dias que eu não quero sair de lá rolando Alagoas abaixo eu peço esse. (Nos meus dias de tô pobre, mas quero ser feliz essa também é a minha escolha).

Sinatra (Frank)– R$ 29,90

(http://www.youtube.com/watch?v=L0ZQyLsBUxc&playnext=1&list=PLA68D89918BC33C02&feature=results_main)

Imagem

Pão francês redondo, burger de picanha 180g empanado com farinha especial, presunto, mozzarella de búfala e orégano.

Eu detesto mozzarella de búfala, mas juro que nesse hambúrguer fica gostoso! Esse é um dos meus preferidos. O hambúrguer é empanado e vem uma crosta que é o paraíso na Terra! Eu índico muito!

Herbie (Hancock)– R$ 23,90

(http://www.youtube.com/watch?v=ph7oFqH1nOI&playnext=1&list=PLEEC478A1B8C21070&feature=results_main)

Imagem

Pão, burger empanado de legumes brunóise, recheado com gorgonzola, home sauce e alface americana.

E aí, um belo dia eu estava com desejo de Duke, mas o Lucas estava de quaresma de carne vermelha. O que fazer? Comer hambúrguer de legumes!

Resultado? Eu não sei né! Não gosto de legumes!

Mas diz o Lucas que é muito gostoso e que os legumes são de verdade! Eu não provei, mas posso contar a cara dele de espantado ao provar um hambúrguer vegetariano e descobrir que ele é gostoso! Vale muito a pena, e se você tem um amigo que não come carne (não me pergunta por que essa pessoa se priva disso), leve-a lá! E tenho certeza que até ela irá se apaixonar!

Armstrong’s (Louis) – R$ 29,90

(http://www.youtube.com/watch?v=bOH_mioL3TU&playnext=1&list=PL464CF3FBCA2E7451&feature=results_main)

Imagem

Pão, burger, home sauce, queijo prato, cebola roxa, alface americana, bacon.

Eu acho que falar do Armstrong é até bobagem! Preciso explicar um hambúrguer que tem bacon como um de seus ingredientes? Ele faz o estilo mais tradicional, sem muitos ingredientes diferentes e, como todos os outros, é maravilhoso!

Montgomery’s: R$ 29,90

(http://www.youtube.com/watch?v=PELGYtzHvN4&playnext=1&list=PL1BB7895EC6DB8575&feature=results_main)

montogomery

Pão, burger, cebola caramelizada na guinness, queijo cheddar.

Esse hambúrguer faz a linha mais tradicional também, sem muitas invencionices. O ponto alto é a cebola caramelizada na Guinness que, claro, dispensa comentários. Como é uma cerveja amarga, a cebola não fica muito doce, deixando o sabor ideal.

foto (2)

Temos (percebeu a palavra? Amo tanto a casa que já sinto que faço parte dela) outras opções também, mas eu e o Lucas ainda não provamos todos! Coloquei a foto do cardápio aqui para que vocês possam contemplar essa maravilha, sentir fome, e correr pra lá esse fim de semana!

Imagem

Outra coisa bacana do Duke é que ele tem várias opções de cervejas diferentes, com preços bem quase bons! . É um dos poucos lugares de BH em que você encontra, por exemplo, Guinness, Heineken, Stella e até Erdinger servidas na pint (aquela caneca, sabe?), direto do barril. Eles têm, também, uma cerveja própria, a Duke n’ Duke Pale Ale, exclusiva da casa, que é sensacional e desce fácil, fácil!

Espero que vocês, como eu, amem esse lugar! E não se esqueça de tirar fotos, marcar o instaram (@parafalaraverdade) e comentar aqui o que achou!

Dica: Pegue o nome de cada hambúrguer, jogue no Youtube e desfrute das músicas dos nossos hambúrgueres jazzistas! Vale a viagem!

Endereço: Rua Alagoas, 1470, Belo Horizonte, BR.(31) 3264-9857

Instagram: @dukenduke

Facebook: https://www.facebook.com/dukendukebh

Receita de Risoto com Bife de Chorizo

Imagem

Eu não consigo explicar de onde surgiu a minha vontade de fazer risoto. Sei que de uns tempos para cá eu resolvi fazer esse prato pelo menos uma vez por mês.

No inicio eu tinha mania de fazer de cheddar (gordinha é assim galera, não basta ser queijo, tem que ser o queijo mais gorduroso). Ficava bom, mas não era sensacional.

Passamos para o de parmesão, que é muito bom quando a estrela do jantar (ou do almoço, respeito quem gosta de morrer de comer no inicio da tarde) for outra coisa, por exemplo, uma carne diferente, já que o risoto parmigiano é mais leve, então a carne tem a oportunidade de se destacar.

Depois o momento foi do gorgonzola! Que coisa linda é o gorgonzola! Que queijo magnífico! Fizemos esse e nos apaixonamos perdidamente. De longe o mais gostoso! Mas como ele é forte, é necessário pensar bem como ele vai ser acompanhado, já que quando for de gorgonzola, quem shine bright like a diamond é o risoto!

Claro que pessoas rhycas querem pratos requintados, então em dias de esbanjar dinheiro eu faço de brie com Parma! (é gostoso, mas não é sensacional! E é o triplo do preço!)

Eu amo sair para jantar, amo a Risoteria Sorriso, amo arrumar, maquiar, procurar vaga, pagar uma pequena fortuna para o manobrista. Tem dias que a gente quer a mordomia de ser servido, né? Mas por outro lado tem dias que eu quero mesmo é cozinhar, colocar a mão na massa e gastar pouco! Para vocês terem uma ideia a média de pratos na Risoteria é de R$ 50,00 + REFRI+ 10%. Agora olha o preço do risoto feito em casa: Arroz arbóreo +/- R$ 10,00 + Vinho +/- 20,00 + gorgonzola +/- 20= R$ 50,00 (UM QUILO DE RISOTO!!!!). A diferença é absurda!

Então mão na massa que eu já falei demais!

Imagem

Receita do risoto de gorgonzola (4 porções):

  • Ingredientes:

2 xícaras (chá) de arroz arbóreo

5 colheres (sopa) de queijo gorgonzola

2 colheres (sopa) de azeite

1 colher (sopa) de manteiga

1 xícara (chá) de vinho branco seco

1 1/2L de caldo de galinha (se for usar cubos, dissolva apenas 2)

queijo parmesão ralado a gosto

  • Modo de Preparo:

Coloque a água para ferver. Quando ferver, jogue o caldo de galinha (se você tiver uma mãe vegetariana agrade-a e jogue caldo de legumes). Mexa bem e reserve a panela.

Em outra panela, coloque o azeite e o arroz arbóreo e dê uma fritada leve (leve significa de até 1 minuto). Coloque o vinho (o vinho tem que cobrir o arroz), espere 2 minutos (eu sempre conto no relógio), e comece a colocar a água.

Coloque uma concha de água, mexendo o risoto sem parar, girando, girando, girando prum lado, girando, girando, girando pro outro.

Quando a água secar, mais uma concha de água. Repita o procedimento até o momento em que o risoto fique al dente (em outras palavras, você perceberá que ele está cozido, mas ainda está durinho).

Quando colocar a ultima água não deixe que ela seque demais, pois é bom um risoto mais molhado. Coloque a manteiga e desligue o fogão. (A manteiga serve para deixar o arroz mais desgrudado, se você vive de regime, pode pular essa parte, eu vivo fazendo sem manteiga, mas, obviamente, fica mais gostoso se colocar).

Parta o queijo em pedacinhos e jogue por cima do risoto, mexendo de forma a incorporar o queijo no arroz.

Sirva em uma travessa bem bonita, ou no próprio prato, e salpique parmesão!

Tcharám! Está pronto!

 Imagem

Acompanhamento (4 porções):

Eu não como nada que vem da água (por água subentenda-se: rios, mares, lagos, represas, poças d`água, pia, aquário,  oceano, banana d`água – OPA, SE TEM ÁGUA NO NOME EU NÃO COMO!), então acompanhamento para mim significa carne!

Eu gosto de comer o risoto de gorgonzola com um lindo chorizo!

E fazê-lo é bem simples:

  • Ingredientes:

 4 Bifes de Chorizos

  • Modo de preparo:

Esquente a frigideira até não poder mais, quando ela estiver a ponto de queimar, jogue manteiga (olha, você não economizou calorias até agora, não invente de jogar azeite e destruir um prato perfeito não! E se jogar margarina é sem papo comigo depois!) e coloque o bife.

Espere a carne selar (significa: deixe tempo suficiente pra crosta ficar pretinha), vire e repita o procedimento!

Quando você retirar a carne ela estará queimadinha por fora e crua por dentro.

Se você prefere a carne bem passada…. eu não posso ajudar! Hahahahah

Eu não sei fazer carne passada, gente! Desculpa!

Vai me dando uma aflição sem fim ver o meu bifinho pegando fogo que eu tiro ele do fogão!

Imagino que quem quer bem passado não deve esquentar tanto a frigideira, que aí a carne não sela, ela cozinha (ARREPIO SÓ DE PENSAR!!!). E deixa mais tempo, esquece ela no fogão. (Eu cheguei essa conclusão usando a física, se a frigideira estiver mais fria ela vai cozinhando mais a carne, mas para falar a verdade, é só a física mesmo, porque não sei na prática como isso funciona.)

DICAS:

– Eu e o Lucas descobrimos que é melhor fazer risoto em panelas grandes e rasas, porque o risoto inteiro cozinha por igual e fica mais soltinho.

– tem que mexer sem parar, sem parar, sem parar! Eu sugiro montar um time e fazer revezamento de braço!

– Do momento que coloca o risoto na panela, ele demorará em média meia hora (podendo ficar um tempo a mais ou a menos dependendo do tamanho da panela, da potencia do fogão e tal).

– Eu faço o risoto em fogo médio. O fogo baixo me deixa aflita da demora e o fogo alto não me permite coçar a orelha se for preciso porque um minuto sem mexer queima.

– Troque o queijo até achar o seu paraíso, eu custei a achar o meu. O gorgonzola é muito forte, logo ele é usado bem menos. O brie é muito fraco então precisa de mais queijo para a mesma quantidade de risoto.

Mude o queijo:

Para a mesma quantidade de arroz use:

– 180 g de queijo brie em cubinhos;

– 125 g de queijo cheddar picado;

– 50 g de queijo parmesão

– Pode ser feito outro acompanhamento: salmão, peça de atum, picanha, medalhão, cogumelos. Mas tudo simples, sem molho para não conflitar com o queijo.

– Se não é você que ficará misturando aproveite esse tempo para rir da cara do amiguinho que ficará sem braço!

– Coloque um jazz para tocar, arrume uma mesa bem bonita, compre Coca-Cola KS e faça um estilo mais chique, espalhe velas e candelabros e reviva o momento que uma boa comida, uma boa música e uma excelente bebida podem te proporcionar!

E aí gostou?

Deixe um comentário e nos conte a sua experiência, o seu risoto preferido, nos mande receitas diferentes e fotos de seu prato!

Se fizer uma receita nossa, poste no instagram e marque o blog (@parafalaraverdade), eu vou AMAR saber!

Ah, lembrem-se sempre que, qualquer dúvida, é só mandar aqui no blog que eu respondo!

Bom apetite!

Receita de Hambúrguer Caseiro

ATUALIZAÇÃO: 

Sorteio de um Livro de Receita personalizado de 3 meses do blog! Do dia 23/06/2012 até o dia 06/07/2013 às 12:00!

https://parafalaraverdade.wordpress.com/2013/06/23/sorteio-do-livro-de-receita/

Corra e concorra ao seu!

Imagem

Eu sou completamente apaixonada por carne, então nunca fui muito fã de hambúrguer. Para mim Mc Donalds comete atrocidades ao prensar uma carne e torrá-la até não poder mais. Além de que aquilo não tem gosto de carne, de tantos conservantes, né?

Por muito tempo, então, eu achei que não gostava de hambúrguer, pois só conhecia isso por fast food (ecas eternos!)… Até que eu conheci o DUKE N´ DUKE! Provei meu primeiro primeito pedaço naquele lugar e minha vida mudou! A carne é alta, super macia e tem gosto de carne de verdade. Depois desse dia, comecei a me interessar mais por esse prato. (Calma! Logo, logo vem um post sobre o Duke!)

Certo dia, eu estava assistindo TV em casa e passou no GNT uma receita de hambúrguer! Não tinha como não testar, né?

E não é que deu super certo? Eu amo sair para jantar, mas cozinhar em casa e fazer o meu prato do jeito que eu gosto é incrível! Eu não curto salada, então, para mim, hambúrguer  é algo mais simples, mas quem gosta vai incrementando até virar uma perdição!

E é claro que sem batatinha não combina!

Vou passar aqui a receita, com algumas adaptações feitas por mim:

Para as batatatinhas:

Ingredientes:

3 batatas médias

2 colheres (sopa) de azeite

Sal (a gosto)

Modo de preparo:

Preaqueça o forno em 200ºC (temperatura média-alta). Lave bem, seque e descasque as batatas. Com ajuda de um mandolin (fatiador de legumes) – alguém realmente sabe o que é isso? Juro que acho que o Lucas inventou essa palavra! – fatie as batatas. Transfira para uma tigela, regue com 1 colher (sopa) de azeite e misture bem. Em duas assadeiras antiaderentes, pincele azeite e distribua as rodelas de batata. Pincele a batata com azeite, tempere com sal e leve para assar por 20 minutos.

 (Nota do blog: pra cortar as batatas, nós usamos o multi processador da Walita, daqueles que fazem suco, massa, doce, pão, lavam, passam e cozinham. Você consegue ajustar a espessura que você quer o corte e fazer a batatinha do jeito que você gosta, mais fininha ou mais grossa, além de dar muito menos trabalho que fatiar batata por batata.)

Para o hambúrguer de 180g:

Ingredientes:

720g de fraldinha moída com gordura (se preferir, use metade de peito de boi moído. Cerca de 20% do volume total é a melhor proporção de gordura para carne de hambúrguer. Uma carne muito magrinha produz um hambúrguer ressecado)

2 colheres (sopa) água

2 colheres (sopa) azeite

Sal (a gosto)

Pimenta-do-reino moída na hora (a gosto)

Modo de preparo:

Em uma tigela, coloque a carne, a água, o azeite e misture rapidamente com as mãos. Divida em 4 bolas (180 g cada) e achate, formando o hambúrguer. Coloque sobre uma superfície plana e vá acertando as laterais (empurrando para dentro). A ideia é formar uma paredinha reta para o hambúrguer ficar alto. Lembre-se de que ele encolhe ao cozinhar, por isso, deve ficar um pouco maior do que diâmetro do pão. Com o polegar, faça uma marca bem no meio da carne – quando ela cozinha, dá uma inflada e, sem a marca, o hambúrguer fica abaulado. Se não for cozinhar na hora, leve para a geladeira, a carne deve estar bem fria.

Espalhe um pouco de azeite numa frigideira grande e antiaderente, que tenha tampa. Leve ao fogo alto. (Caso não tenha uma grande, use duas frigideiras ou faça em etapas, retirando os dois primeiros hambúrgueres 2 minutos antes do tempo e transferindo para o forno, sobre o pão. Assim eles terminam de cozinhar enquanto você prepara os outros dois.) – Pausa dramática aqui! Não coloque em uma frigideira muito quente vários hambúrgueres, pois ele “roubam” o calor e aí tudo esfria. Carne boa é feita em frigideira de ferro, bem quente, uma por uma! QUEM DISSE QUE FÍSICA NÃO SERIA MAIS USADA – . Tempere generosamente com sal um lado dos hambúrgueres. Vire e tempere o outro lado. Se quiser, tempere com pimenta-do-reino moída na hora. Quando a frigideira estiver pelando, transfira a carne e tampe. Deixe dourar por 1 minuto e vire. Para um hambúrguer mal passado, deixe no total 4 minutos, virando de minuto em minuto. Para o hambúrguer ao ponto, são 6 minutos no total. (Nota do Blog: Esse tempo pode variar de acordo com o fogão, a panela, a qualidade da carne, etc).

Observações:

O sal deve ser colocado no final, já na hora de fritar o hambúrguer, pois se misturar o sal com a carne ele fará perder água, deixando-a menos suculenta; (Nós não queremos isso!)

– Troque o tipo de queijo, faça com Cheddar, Brie, Muçarela;

– Procure receitas de molhos e incremente o hambúrguer;

– Se curtir coloque tomate, alface, picles, ovo frito;

– Se não quiser viver mais muitos anos mesmo, compre fatias de bacon, frite e coloque no hambúrguer!

– O pão ser de qualidade faz muita diferença, então para um hambúrguer gourmet compre uns pãezinhos legais no Verde-Mar.

– Decore sua casa de anos 50, espalhe fotos de coca pela casa, compre copos vermelhos e se sinta em uma lanchonete dos EUA! Entrar no clima faz bem pra brincadeira!

A receita original, além de outras receitas maravilhosas, você encontra no site do GNT: http://gnt.globo.com/receitas/Hamburguer-ao-molho-de-mostarda-sobre-galetes-de-batata.shtml

Imagem

Bom apetite!

DICA: A carne pode ser comida a noite e sem peso na consciência! Proteína é bom para todo mundo e é indispensável,  até para aqueles que, como eu, estão de regime! (Não estou dizendo que é de boa enfiar a cara no filé todo dia! haha).

Então quem quiser fazer a receita durante a semana, mas não quiser sair do programa especial e light , faça o hambúrguer no grill sem óleo (dá certo, ele não gruda!), compre um pão integral (feio, ruim, mas ajuda a emagrecer) e ao invés de queijos gordurosos coloque um queijo minas light!

Assim teremos um lanche gostoso, que sai da rotina e não deixa ninguém triste por ter quebrado a dieta durante a semana!

PERFEITO!