Hambúrguer recheado de gorgonzola, com bacon, cebola caramelizada e queijo prato

Que a gente é alucinado com hambúrguer todo mundo sabe, né?

Voltamos dos EUA com um brinquedinho novo que serve para rechear hambúrguer, então na primeira semana de volta à nossa terrinha já colocamos ele em pratica .

Para quem não tem a maquininha, fique tranquilo, coloque um pouco de carne moída na mão, abra espaço para o recheio, recheie é depois coloque mais carne moída no topo, super fácil!

Vamos fazendo o hambúrguer por partes então:

HAMBÚRGUER RECHEADO
– 180g de carne por pessoa (peito, contra filé, fraldinha, maminha, acém, picanha ou alcatra. Dá pra misturar mais de uma também. Consulte seu açougueiro.)
– 1 colher de sopa de água gelada
– 1 colher de sopa de azeite
– Sal e pimenta do reino
– gorgonzola picado

Só faça o hambúrguer na hora que você for realmente passar ele na chapa, é muito rápido, então não compensa fazer antes, porque ele fresquinho é mais gostoso. A carne pra hambúrguer tem que ter gordura, não pode ser uma carne muito magra, senão ele não fica suculento. Na internet você acha umas dicas boas de blends de carne, misturando vários tipos, o que deixa o hambúrguer mais gostoso. Esse site tem boas dicas: http://guiadohamburguer.com/receita-parte-1-como-escolher-a-carne-e-fazer-o-hamburguer-perfeito-e-artesanal/)

Separe a quantidade de carne e coloque em uma vasilha, depois coloque a água e o azeite e misture bem. Recheie da forma que eu expliquei ou faça na maquininha como eu.

Ps importante: Só coloque o sal no hambúrguer quando você estiver fritando ele, o sal faz a carne perder água e não queremos isso de jeito nenhum, certo? Queremos um burguer beeeeem suculento!

IMG_0088

CEBOLAS CARAMELIZADAS
– 2 cebolas grandes
– 1 lata de cerveja preta tipo Malzbier (Brahma e Antarctica são opções baratinhas) ou Stout* (a Guinness é a top, mas a Caracu é bem mais barata e cumpre o papel)  *com a Stout ficou mais gostoso! 

Pique a cebola em cubinhos pequenos. Coloque na frigideira com azeite e deixe fritando, até que ela fique bem transparente. Depois disso coloque a cerveja preta e vá mexendo até que a cerveja tenha evaporado e tenha ficado apenas um molho espesso e delicioso, digno de comer com pão francês.

BACON
Eu sempre prefiro comprar a caixa de bacon em tiras, porque acho que o em cubinho, ou a peça pronta, tem muita gordura, deixando ele bastante duro. Mas aqui não tem mistério não, coloque, sem nenhum tipo de óleo, o bacon em uma chapa ou frigideira, fique bem na frente da fumaça para ficar com o perfume dos deuses, e no final a sua única dúvida será quantas fatias de bacon colocar no hambúrguer.

Feito isso tudo, é só montar o seu lindinho! Pão, hambúrguer, queijo prato, cebola, bacon, pão e partiu pro bloco da alegria!

Espero que gostem! E quem tiver sugestões, manda pra gente que vamos testar!

IMG_0092

Advertisements

Texas Steakhouse

foto 1

É só ver fotos de um hambúrguer grande que a gente sai correndo atrás. Com o Texas Steakhouse não foi diferente.

A casa é nova e abriu as portas na região do Santa Lúcia, fica ali na frente do espetinho do Elvis, sabem?

Então, vou ser sincera e relatar toda a minha experiência.

Em primeiro lugar um bomba dramática, eu sou chata pra comer! Sim, a pessoa que vos escreve, que vive de comida, que respira receitas, que pensa gordo, é extremamente chata para comer.  (Isso fará sentido lá na frente, não estou aqui apenas fazendo um desabafo).

Continuando…

Cheguei na casa e meu primeiro comentário foi: A pessoa que abre uma casa de hambúrguer em BH é muito doida pra achar que consegue competir com Duke e Deli, né?

Chegamos, sentamos e fui olhar o cardápio. Duas impressões:

foto 3 (1) foto 2 (1)

– Não achei nenhum hambúrguer que eu gostava, todos tinham picles ou maionese. Não como nenhum dos dois. Olhei o cardápio do inicio ao fim várias vezes e já estava querendo ir embora, é que a maioria das vezes eu fico em dúvida entre uns 5, e ali não tinha nenhum que eu gostava dele inteiro.

Segundo ponto era muito barato. Tipo um hamburguer que custa entre R$ 15,90 e R$ 23,90 não pode ser bom (tem um só que é mais caro e custa R$ 27,90). Já fiquei imaginando aquela carne que não é carne, batata congelada, molho ruim.

Quis novamente desistir, mas somos bravos e fortes.

Conversei com o garçom e fiz o seguinte pedido:

– Moço, eu quero Dallas sem salada e sem maionese , extremamente mal passado, tipo tchi, tchi (barulho da chapa quente em contado com a carne), mas quentinho, ok? E uma Coca sem gelo e sem limão, por favor. (Um ps: eles fizeram todas as alterações que eu quis no sanduíche tranquilamente, achei isso muito bom)

Depois que fiz o meu pedido senti um pouco de vergonha de mim, confesso, havia tantas particularidades num simples hambúrguer com Coca Cola que eu tinha certeza que algo não daria certo.

O Lucas, por outro lado pediu um Houston e um Chopp (mais simples que eu).

Começamos a esperar e não foi muito demorado.

Ah, antes que eu me esqueça, chegamos lá num sábado a noite tipo 22h e tinha lugar! OH GLÓRIA! Isso é raro, sabia? Fico feliz quando não tenho que esperar.

Primeiro chegou a bebida, tudo ok! Ponto positivo

foto 4 (1)

Ai chegou o hambúrguer. Eu estava nervosa, muito nervosa! Eis que chega um hambúrguer GIGANTE na minha frente, olhei pra carne e vi um ponto rosado (festejei), olhei mais de perto e percebi que efetivamente era carne (apesar do preço), celebrei! Olhei para a batata e ela era de verdade, nada de babatas congeladas, até lagrimejei!

ERA REAL!!!

Fui provar o sabor, chorei!

SENSACIONAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Primeiro lugar, a carne ela é macia e suculenta! Muito suculenta! Nunca fiz tanta bagunça na minha vida pra comer, acho que usei todos os guardanapos da mesa, mas quanto mais eu me sujava mais feliz eu ficava (mas eu deveria ter pedido talheres, vacilei). Dentro do meu pedaço de mal caminho haviam duas cebolas caramelizadas que davam uma diferença incrível no sabor.

Olha vou falar uma coisa que é muito séria, muito mesmo. Mas pela primeira vez eu comi um haburguer com preço bom que o sabor chegou no mesmo patar no Deli e Duke. NO MESMO PATAMAR!!!!

Eles não são, na minha opinião, o melhor da categoria deles que é diferenciada e abaixo das duas melhores hamburguerias de BH, mas estão na mesma classe do meu lugar preferido.

foto 5

O do Lucas eu não provei, mas parecia muito bom também., como vocês podem ver.

Conclusões da noite e do post:

– Eu não consegui terminar o meu hambúrguer, não porque ele não era bom, mas porque ele era gigante!

– Fui muito feliz e quis chorar no final

– Comeria em quantidades absurdamente absurdas

– Tem Coca

– Minha conta ficou em R$ 27,00

– Fui feliz

– Voltarei várias vezes

– Recomendo lindamente

– Eu sou sincera, acreditem em mim

Facebook: https://www.facebook.com/texassteakhousebh

Endereço: Rua Halley 777 Santa Lúcia

Macarrão com molho de queijo e bacon

A receita que eu vou passar hoje é um presente para 2014, porque é sensacional!!

Então, leia com atenção e se prepare, porque é bom demais!
E, como a receita é de massa, no final teremos uma dica de vinho feita especialmente pela V&A Vinhos!

ImagemIngredientes:
500 ml de creme de leite fresco
300 g de parmesão ralado
1 colher de sopa de cebola desidratada
1 pote de requeijão
Pimenta do reino a gosto
Sal a gosto
1 caixinha da sadia de bacon em tiras
400g de macarrão parafuso

Modo de fazer:

Macarrão:
Coloque a água para ferver.

 Dois pontos importantes:

1)  Macarrão tem instrução, então leia quanto de água para o tanto de macarrão que for fazer. Se colocar menos água, o macarrão fica horrível, super empapado. As instruções são importantíssimas!
2) Aula de física! A água ferve a mais ou menos 100ºC no nível do mar. Em BH ela deve ferver a uns 96ºC! Cada matéria entra em ebulição em uma temperatura! Assim, não coloque sal e/ou óleo antes da água ferver, porque misturas mudam completamente a temperatura de ebulição e a água pode demorar anos pra ferver!

Logo, ponha apenas água – na medida certa – para ferver. Quando isso acontecer, jogue o macarrão e, aí sim, coloque sal e óleo (o óleo serve pro macarrão não grudar). Deixe o macarrão cozinhar por, pelo menos, 8 minutos. Depois, prove pra ver se está no ponto que você gosta. Eu gosto dele duro, então, pra mim, o tempo de cozimento é menor. Quando estiver pronto, escorra a água e jogue imediatamente água fria. É isso que impede ele de continuar cozinhando e ficar molengo.

Molho:
Corte as fatias de bacon em retângulos menores, de forma que não fiquem tão grandes (Pode até fazer com bacon em cubinho ou comprar a peça inteira e cortar. A diferença é que fica mais duro, o bacon não é tãão saboroso assim). Frite bastante, de forma que eles fiquem bem crocantes (gente, bacon é uma máquina de óleo, então não precisa colocar uma gota de óleo, ta? Deixa que ele frita na gordura dele mesmo!). Quando estiver bom, tire o bacon e coloque em um prato com guardanapos pra secar. Se tiver excesso de óleo na frigideira, tire um pouco e coloque as cebolas desidratadas para dourar. Em seguida, ponha o creme de leite fresco, o queijo e o requeijão, mexa bem até o queijo derreter e o molho ficar mais encorpado. Quanto mais tempo ele ficar cozinhando, mais a água evapora e mais ele fica grosso. Ai é de cada um! Eu gosto de molho mais pra ralo do que pra grosso, então tirei o meu do fogo na hora que o queijo e o requeijão derreteram.

Jogue o macarrão na panela com o molho, ponha o bacon de volta, mexa e depois é só servir, comer e ficar uma semana sem se pesar!

Essa porção serve 5 pessoas normais com fome!

Imagem

A dica do vinho veio do nosso parceiro, V&A Vinhos e está descrita na foto abaixo! (Aproveitem que a garrafa está em promoção!)

 Imagem

Espero que gostem! Aguardo fotos e notícias de que ficou maravilhoso!

Beijos,
Paulinha

Obs: E fica um agradecimento especial a quem me apresentou essa maravilha, Eliene!! Muito obrigada, comi, repeti e já fiz na minha casa!

Quem tiver alguma receita que quiser compartilhar com o blog pode enviar para o nosso e-mail blogparafalaraverdade@gmail.com ou mandar in inbox na nossa página no Facebook https://www.facebook.com/parafalaraverdade

Pão de queijo de misteira – Prático, rápido e delicioso

Já peço imensas desculpas pelo sumiço, mas vejam, quando eu não estou comendo, pensando em comer, planejando minha próxima refeição, eu estou estudando. E a minha faculdade exigiu uma parte muito significativa da minha vida, mas felizmente estou de FÉRIAS! Desta forma terei muiiiito tempo pra dedicar aqui!

Mas vamos ao que interessa: COMER!

Serei sincera ao dizer que AINDA não testei esta receita, mas eu sou dessas ansiosas que quando vê uma boa ideia quer logo sair por aí contando, então vou repassá-la em primeira mão, e a gente vai descobrindo juntos como aperfeiçoar.

A receita é nada mais, nada menos que um pão de queijo feito na mistera!

Image

Olha como é fácil:

INGREDIENTES:

  • 1 xic. de chá de leite
  • 1 xic. de chá de óleo
  • 3 ovos inteiros
  • 2 xic. de chá de polvilho azedo
  • 1/2 colher de chá de sal
  • 1 xic de chá de queijo ralado
  • Opcionais: bacon, queijos diferentes, linguiça calabresa, ervas, presunto, etc.

Como fazer:

A primeira coisa que iremos fazer é bater todos os ingredientes em um liquidificador (exceto os  ingredientes opcionais), enquanto o liquidificador está trabalhando vamos untar a misteira, pode ser com um pouco de óleo, margarina, manteira, ou PAM. Depois que a massa tiver homogênea despeje-a na misteira, feche e deixe até dourar.

Se alguem quiser fazer com recheio é muito simples também, é só despejar um pouco da massa, colocar o recheio (eu dei alguns exemplos) e depois despejar mais massa, fechar a misteira e aguardar até dourar.

Image

Então, não tem como não dar certo, né?

Façam e me mandem a foto! Só colocar #parafalaraverdade nas fotos do instagram (aproveitem e sigam o blog)

é isso, pessoal!

Espero que gostem!

Beijos,

Paulinha

Bomb Shell

Imagem

Gente, tenho que contar a minha descoberta de domingo passado!

Comecemos…

Não sei por que a mania dos belorizontinos de achar que os moradores desta linda capital não merecem comer no domingo à noite.

Assim, eu vou à Missa todo domingo, missa das 18:00, ela sempre atrasa, né? Sabe como que é. Aí depois de sair da missa, bate papos com os amigos, aquela história toda. Enfim, conseguimos realmente sair da igreja quase 20h, e, MEU AMIGO, comer num domingo as 20h vira algo como uma missão impossível.

Todos os lugares tão lotaaados, e os outros fechados mesmo.

Aí, eis que fomos para a Savassi semana passada, olhamos para um barzinho que estava cheio, mas tinha UMA mesa e fomos sentar. E esse lugar era nada mais, nada menos que o BOMB SHELL!

Sentamos na mesa e recebemos um cardápio.

Pra começar, não tem como não AMAR um cardápio rosa e verde, sério! Eles têm uma carta de drinks GIGANTESCA, e várias comidinhas gostosas. Eu amo batata rösti (inclusive temos a receita dela aqui), e eu e o Lucas resolvemos meiarmos uma (de queijo, calabresa, bacon e cebola!).

ImagemImagem

Ao decidirmos os pratos, o garçom chega à nossa mesa para fazermos o pedido e foi aí que o diferencial começou. O garçom primeiro avisa que o prato deve demorar uns 35 minutos e pergunta se tem problema (alguém sabe como é raro isso em BH? Um garçom te avisar que o prato vai demorar!) depois ele me avisa que um DJ vai tocar e que o couvert custa R$ 3,00 (alguém já viu um garçom avisar que tem couvert e te contar quando vai ser? Porque isso foi quase mágico!).

Pedi minha Coca – neste dia teve que ter gelo, infelizmente,  isso não muda nada pra ninguém, mas eu quis desabafar –  e ficamos esperando nossa batatinha chegar. O DJ não tocou, mas as músicas do lugar eram deliciosas.

Como a noite estava quente, muiiiiiiiiiito quente, o Lucas resolveu pedir um chá gelado de limão. O QUE ERA AQUILO?????????????? O chá mais refrescante da vida! Não sei se tava muito calor naquela noite, se o chá estava muito gelado, se eles conseguiram o impossível que é adoçar o Mate na medida certa, se foi a minha sede! Mas quero voltar lá só pra beber Mate!

Quando os 35 minutos se passaram e a minha batatinha chegou à mesa a saída linda de domingo terminou com um toque delicioso. Por que, nih, que delicia de prato!

Imagem

Resultado? Toda vez que penso em comer, penso em Bomb Shell!

Enfim, atendimento ótimo, comida maravilhosa, Chá Mate perfeito!

Vale a pena demais ir lá!

Depos me contem o que vocês acharam!

Beijos, Paulinha.

Site: http://bombshellbar.blogspot.com.br/

https://www.facebook.com/pages/Bombshell-Bar/244109432329794?ref=tn_tnmn

Imagem

Cachorro quente recheado com queijo e coberto por bacon

Cachorro quente todo mundo gosta e sabe fazer, né?
Para falar a verdade, eu nunca comi um cachorro quente na vida, mas achei essa ideia tão sensacional que não tinha como não compartilhar ela aqui no blog.
Primeiro, pegue uma salsicha crua e corte-a na horizontal, mas deixe sem cortar as pontas.
Recheie a salsicha com queijo (pode ser o que você preferir, mas eu faria com mozzarela)
Pegue uma tira de bacon e enrole em volta da salsicha, e prenda com um palito.
coloque sobre uma grelha até que o bacon fique dourado.
Vou colocar uma sequência de fotos abaixo que vai explicar melhor o passo a passo:
image
Agora é só comer o cachorro quente mais incrível da sua vida!!
Beijos,
Paulinha

Bacon Paradise

Acho que todo mundo que tem Facebook ou um mínimo acesso à internet já ouviu falar do Bacon Paradise.

Quando eu ouvia as pessoas falarem sobre lá, ficava com muita vontade de ir, afinal é uma casa de hambúrguer (quem lê o blog já deve ter percebido que eu amo) e todos os pratos têm bacon (não preciso nem dissertar sobre esse assunto, né?). Mas a minha vontade maluca de ir ao lugar ocorreu depois que eu vi uma resenha no Destemperados, falando sobre um rolinho primavera feito de, nada mais nada menos, que bacon, cheddar e pimenta jalapeño.

Para a minha sorte eu tenho um namorado com uma mente gordinha como a minha (na verdade não é sorte, a convivência o tornou assim) e aí uma terça feira estávamos na rua e corremos para lá.

Vi muita gente falando que lá era cheio, lotado, dava fila de espera, e, para a minha surpresa, ao chegar lá estava cheio de mesas, estava tão vazio que nem percebi que tinha chegado. Mas também não eram nem sete horas da noite, faz sentido! Sentamos na mesa e já tive a primeira surpresa positiva sobre o lugar: não tinha a decoração dos anos 50! Céus! Bato palmas e mais palmas para o dono deste lugar! Finalmente um lugar criativo!

(Inclusive alguém poderia me explicar porque todas as casas de hambúrguer são iguais? A prefeitura só dá o alvará quando se tem poltronas vermelhas, paredes azuis e um estilo da década de 50? Ou por acaso o hambúrguer foi descoberto nessa década e aí todo mundo ficou perdido no tempo?).

Enfim, sentamos e fomos atendidos por um garçom muito simpático, queria lembrar o nome dele para escrever aqui! Adoro garçons divertidos, que te fazem sentir bem vindos em um lugar, como se eles tivessem esperando você, sabe? O pedido, um pouco óbvio, os tais rolinhos primavera e um hambúrguer.

Imagem

Imagem
Pedimos o Eat Sweet: pão,hambúrguer, bacon – duh –, gorgonzola, deliciosa cebola caramelizada no mel e alface. E a carne muito mal passada, por favor!
A minha única reclamação sobre o lugar é que a minha entrada, os rolinhos primavera, e o hambúrguer vieram ao mesmo tempo, e os dois eram tão bons que eu tinha que ficar dividindo a minha atenção. Acho que poderia ter vindo um e depois o outro. Obviamente não atrapalhou em nada e, para vocês terem ideia, essa foi a única coisa ruim da noite, então o nome Paraíso está muito bem empregado no lugar.

Imagem

O rolinho primavera era realmente sensacional e foi o meu preferido. Apesar de ter pimenta, não era ardido, mas dava aquele sabor delicioso ao fundo. Siga a minha dica e peça-o.

Imagem

O hambúrguer também estava muito bom! Carne de verdade, alta, suculenta, mal passada no ponto que eu gosto! E o hambúrguer é gigante, prepare-se se resolver pedir um sozinho. Ah, as batatas fritas não são muito boas, confesso, não sei se dei azar, mas achei meio murcha. Isso não fez a menor diferença pra mim, mas já que estou falando a verdade, né?

E é Coca!! Tem como amar mais que isso? Bacon e Coca? Não, obrigada!
Ah! Os butequeiros também são lembrados no Bacon Paradise! Para felicidade de todos e alegria geral da nação, a casa tem cerveja de garrafa 600ml! Ou seja, além de comer muito bem, ainda dá pra tomar uma gelada sem gastar rios de dinheiro naquela long neck miserável! Ponto pro BP!

Então, Para Falar a Verdade…
Quem leu o texto acima já percebeu. Eu AMEI!
E inclusive posso dizer que eles estão competindo fortemente com o Duke! Finalmente achei um hambúrguer à altura do meu lugar preferido! E esse paraíso tem um diferencial o preço é muito bom! Eu paguei nesse hambúrguer gigante R$ 23,00!
Logo, eu fui, sonho em voltar, recomendo, e se o dono do lugar me chamar eu viro sócia!
Quando forem lá tirem fotos e me mandem (@parafalaraverdade)! Bom que eu já escolho o meu próximo prato!
Beijos,
Paulinha

Endereço: Rua Montes Claros, 1004 – Loja 4 (esquina com Rua Caratinga), Belo Horizonte 031 3327-4333

Facebook: https://pt-br.facebook.com/pages/Bacon-Paradise/524667147584741