The World

E de repente eu estava dentro de um navio maravilhoso escolhendo em qual quarto eu iria morar. Cada um tinha uma decoração diferente, mas todos seguiam o mesmo tema, era clássico, com muita madeira, mas sem ser pesado. Sabe aquele estilo antigo, imponente?

Fiquei pensando qual show eu assistiria em cada noite, qual seria o cardápio das refeições. Não conseguia nem imaginar a alegria que seria tomar um café da manhã de hotel todos os dias da minha vida.

Ao olhar para fora naquele momento só conseguia ver o mar, mas cada dia iria acordar com uma paisagem diferente.

Me senti muito feliz e pronta para realizar o maior sonho da minha vida, conhecer o mundo inteiro.

E tão repentino como tudo começou, veio um barulho extremamente irritante. Eu olhava para os lados e não conseguia decifrar de onde vinha, até que abri meu olho e percebi que estava sonhando, e o barulho, claro, era o despertador.

A realidade é triste as vezes, e quando tenho um sonho delicioso sempre acordo detestando sonhar. Parece que me deixa mais distante do meu real objetivo.

Enfim, parecia sonho, mas depois de dedicar um tempo  pesquisando descobri que esse meu objeto de desejo existe e chama “The World”. (Não me parecia crível que essa ideia fabulosa só existia na minha cabeça).

pool_2013

The World é nada mais que um navio residência. Ele conta com vários apartamentos de tamanhos variados.

Existem desde apartamento com um, dois ou três quartos à um studio que comportam 12 pessoas.

home_office

Os apartamentos têm valores variados, e além disso é cobrados também uma taxa de condomínio.

Fora o valor que você tem que desembolsar para a compra e manutenção do seu apartamento, existem atividades que cobram valores a parte, como, por exemplo, as excursões. (Viver um sonho só é de graça quando você está dormindo, na vida real ele é bem caro).

O navio tem uma proposta muito interessante, a cada 2, 3 anos ele dá a volta ao mundo. E depois disso ele começa a repetir o trajeto (o que, convenhamos, não me parece muito ruim, não é mesmo? Pensar: “a que chato! Itália novamente…” não me parece uma frase que passaria pela minha mente).

bali_beds-2

Os moradores da residência podem ficar nela continuamente ou ficar durante um período. Todos os residentes tem direito a entrar e sair do navio quando quiserem.

Em meio às pesquisas descobri que cruzeiro fica entre 2 a 5 dias em cada porto, de forma que de tempo de você conhecer mais a parte terrestre de cada país (pirei nessa parte, afinal, eu só acho que só é possível conhecer um lugar se eu conseguir jantar nele).

Além disso, podem, também, convidar hospedes para ficar em seus aposentos (chique, não?)

A noticia ruim é que todos os apartamentos já foram vendidos. Mas como esperança é a ultima que morre eu vou abrir uma poupança intitulada “Sonho de Vida” e vou começar a alimentá-la para quando for possível comprar o meu apê.

freddies_2013

Ficou interessado? O site desse sonho acordado está aqui embaixo.

Site: http://aboardtheworld.com/residences/