Receita de Risoto com Bife de Chorizo

Imagem

Eu não consigo explicar de onde surgiu a minha vontade de fazer risoto. Sei que de uns tempos para cá eu resolvi fazer esse prato pelo menos uma vez por mês.

No inicio eu tinha mania de fazer de cheddar (gordinha é assim galera, não basta ser queijo, tem que ser o queijo mais gorduroso). Ficava bom, mas não era sensacional.

Passamos para o de parmesão, que é muito bom quando a estrela do jantar (ou do almoço, respeito quem gosta de morrer de comer no inicio da tarde) for outra coisa, por exemplo, uma carne diferente, já que o risoto parmigiano é mais leve, então a carne tem a oportunidade de se destacar.

Depois o momento foi do gorgonzola! Que coisa linda é o gorgonzola! Que queijo magnífico! Fizemos esse e nos apaixonamos perdidamente. De longe o mais gostoso! Mas como ele é forte, é necessário pensar bem como ele vai ser acompanhado, já que quando for de gorgonzola, quem shine bright like a diamond é o risoto!

Claro que pessoas rhycas querem pratos requintados, então em dias de esbanjar dinheiro eu faço de brie com Parma! (é gostoso, mas não é sensacional! E é o triplo do preço!)

Eu amo sair para jantar, amo a Risoteria Sorriso, amo arrumar, maquiar, procurar vaga, pagar uma pequena fortuna para o manobrista. Tem dias que a gente quer a mordomia de ser servido, né? Mas por outro lado tem dias que eu quero mesmo é cozinhar, colocar a mão na massa e gastar pouco! Para vocês terem uma ideia a média de pratos na Risoteria é de R$ 50,00 + REFRI+ 10%. Agora olha o preço do risoto feito em casa: Arroz arbóreo +/- R$ 10,00 + Vinho +/- 20,00 + gorgonzola +/- 20= R$ 50,00 (UM QUILO DE RISOTO!!!!). A diferença é absurda!

Então mão na massa que eu já falei demais!

Imagem

Receita do risoto de gorgonzola (4 porções):

  • Ingredientes:

2 xícaras (chá) de arroz arbóreo

5 colheres (sopa) de queijo gorgonzola

2 colheres (sopa) de azeite

1 colher (sopa) de manteiga

1 xícara (chá) de vinho branco seco

1 1/2L de caldo de galinha (se for usar cubos, dissolva apenas 2)

queijo parmesão ralado a gosto

  • Modo de Preparo:

Coloque a água para ferver. Quando ferver, jogue o caldo de galinha (se você tiver uma mãe vegetariana agrade-a e jogue caldo de legumes). Mexa bem e reserve a panela.

Em outra panela, coloque o azeite e o arroz arbóreo e dê uma fritada leve (leve significa de até 1 minuto). Coloque o vinho (o vinho tem que cobrir o arroz), espere 2 minutos (eu sempre conto no relógio), e comece a colocar a água.

Coloque uma concha de água, mexendo o risoto sem parar, girando, girando, girando prum lado, girando, girando, girando pro outro.

Quando a água secar, mais uma concha de água. Repita o procedimento até o momento em que o risoto fique al dente (em outras palavras, você perceberá que ele está cozido, mas ainda está durinho).

Quando colocar a ultima água não deixe que ela seque demais, pois é bom um risoto mais molhado. Coloque a manteiga e desligue o fogão. (A manteiga serve para deixar o arroz mais desgrudado, se você vive de regime, pode pular essa parte, eu vivo fazendo sem manteiga, mas, obviamente, fica mais gostoso se colocar).

Parta o queijo em pedacinhos e jogue por cima do risoto, mexendo de forma a incorporar o queijo no arroz.

Sirva em uma travessa bem bonita, ou no próprio prato, e salpique parmesão!

Tcharám! Está pronto!

 Imagem

Acompanhamento (4 porções):

Eu não como nada que vem da água (por água subentenda-se: rios, mares, lagos, represas, poças d`água, pia, aquário,  oceano, banana d`água – OPA, SE TEM ÁGUA NO NOME EU NÃO COMO!), então acompanhamento para mim significa carne!

Eu gosto de comer o risoto de gorgonzola com um lindo chorizo!

E fazê-lo é bem simples:

  • Ingredientes:

 4 Bifes de Chorizos

  • Modo de preparo:

Esquente a frigideira até não poder mais, quando ela estiver a ponto de queimar, jogue manteiga (olha, você não economizou calorias até agora, não invente de jogar azeite e destruir um prato perfeito não! E se jogar margarina é sem papo comigo depois!) e coloque o bife.

Espere a carne selar (significa: deixe tempo suficiente pra crosta ficar pretinha), vire e repita o procedimento!

Quando você retirar a carne ela estará queimadinha por fora e crua por dentro.

Se você prefere a carne bem passada…. eu não posso ajudar! Hahahahah

Eu não sei fazer carne passada, gente! Desculpa!

Vai me dando uma aflição sem fim ver o meu bifinho pegando fogo que eu tiro ele do fogão!

Imagino que quem quer bem passado não deve esquentar tanto a frigideira, que aí a carne não sela, ela cozinha (ARREPIO SÓ DE PENSAR!!!). E deixa mais tempo, esquece ela no fogão. (Eu cheguei essa conclusão usando a física, se a frigideira estiver mais fria ela vai cozinhando mais a carne, mas para falar a verdade, é só a física mesmo, porque não sei na prática como isso funciona.)

DICAS:

– Eu e o Lucas descobrimos que é melhor fazer risoto em panelas grandes e rasas, porque o risoto inteiro cozinha por igual e fica mais soltinho.

– tem que mexer sem parar, sem parar, sem parar! Eu sugiro montar um time e fazer revezamento de braço!

– Do momento que coloca o risoto na panela, ele demorará em média meia hora (podendo ficar um tempo a mais ou a menos dependendo do tamanho da panela, da potencia do fogão e tal).

– Eu faço o risoto em fogo médio. O fogo baixo me deixa aflita da demora e o fogo alto não me permite coçar a orelha se for preciso porque um minuto sem mexer queima.

– Troque o queijo até achar o seu paraíso, eu custei a achar o meu. O gorgonzola é muito forte, logo ele é usado bem menos. O brie é muito fraco então precisa de mais queijo para a mesma quantidade de risoto.

Mude o queijo:

Para a mesma quantidade de arroz use:

– 180 g de queijo brie em cubinhos;

– 125 g de queijo cheddar picado;

– 50 g de queijo parmesão

– Pode ser feito outro acompanhamento: salmão, peça de atum, picanha, medalhão, cogumelos. Mas tudo simples, sem molho para não conflitar com o queijo.

– Se não é você que ficará misturando aproveite esse tempo para rir da cara do amiguinho que ficará sem braço!

– Coloque um jazz para tocar, arrume uma mesa bem bonita, compre Coca-Cola KS e faça um estilo mais chique, espalhe velas e candelabros e reviva o momento que uma boa comida, uma boa música e uma excelente bebida podem te proporcionar!

E aí gostou?

Deixe um comentário e nos conte a sua experiência, o seu risoto preferido, nos mande receitas diferentes e fotos de seu prato!

Se fizer uma receita nossa, poste no instagram e marque o blog (@parafalaraverdade), eu vou AMAR saber!

Ah, lembrem-se sempre que, qualquer dúvida, é só mandar aqui no blog que eu respondo!

Bom apetite!

Advertisements

6 thoughts on “Receita de Risoto com Bife de Chorizo

  1. Helena says:

    Eu posso afirmar que este risoto é MA-RA-VI-LHO-SO!!! Pena que nem sempre é feito lá em casa, pois tenho que ser democrática e variar com a casa da sogra…dos amigos…, enfim compartilhar com outros esta maravilha feita pela filhota e pelo genro.

  2. betina says:

    “quem shine bright like a diamond é o risoto” hahahahahahhaahahhaha juro que te imagino falando isso toda séria, apenas morri de rir! e hmmm que delis hein? 😉

  3. Priscila Esteves says:

    vivo fazendo o alfredo, da proximo vez vou postar no instagram! mas a proxima receita da minha lista com certeza e esse risoto com gorgonzola!! aliaaaas, meu mais novo restaurante favorito de bh é a salumeria, valeeeeeeu pela dica! 😉

    • Para falar a verdade says:

      Pli,
      Você não imagina como fiquei feliz de ler isso!
      Muiito obrigada!
      E continue acompanhando o blog!

      Beijos,
      Paulinha

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s